ILDO SAUER AO 247: PRIVATIZAR A ELETROBRAS É UMA PROPOSTA INDECENTE


O atual vice-diretor do Instituto de Energia e Ambiente da USP, ex-diretor de Gás e Energia da Petrobrás e um dos maiores especialistas em energia do país, professor Ildo Sauer, discorda em gênero, número e grau da anunciada pretensão do governo Temer de privatizar a Eletrobrás; "Trata-se de uma proposta indecente, pra dizer o mínimo, de um governo ilegítimo que não tem autoridade nenhuma para fazer esse tipo de coisa", afirma, em entrevista à TV 247; o engenheiro lembra de um dispositivo constitucional que impede esse tipo de transação: "A população brasileira é a dona real dos recursos hídricos segundo o artigo 20 da constituição"; Sauer é categórico em desmentir o ministro das Minas e Energia, Fernando Bezerra Filho, sobre o fato de que haverá queda nas tarifas: "É impossível!"

247 - O atual vice-diretor do Instituto de Energia e Ambiente da USP, ex-diretor de Gás e Energia da Petrobrás e um dos maiores especialistas em energia do país, professor Ildo Sauer, discorda em gênero, número e grau da anunciada pretensão do governo Temer de destruir o sistema elétrico nacional com a chamada privatização da Eletrobrás.

"Espero que não seja feita", afirma nesta entrevista exclusiva, ao vivo, à TV 247, realizada pelos jornalistas Gisele Federicce e Alex Solnik. "Trata-se de uma proposta indecente, pra dizer o mínimo, de um governo ilegítimo que não tem autoridade nenhuma para fazer esse tipo de coisa".

O engenheiro lembra de um dispositivo constitucional que impede esse tipo de transação: "A população brasileira é a dona real dos recursos hídricos segundo o artigo 20 da constituição".

Nem no país mais capitalista do mundo, os Estados Unidos, a energia é controlada pela iniciativa privada: "Houve uma tentativa nos anos 30 de privatizar e houve uma rejeição enorme... hoje ninguém quer ouvir falar nisso".

Sauer é categórico em desmentir o ministro das Minas e Energia, Fernando Bezerra Filho: "O ministro, não sei com que argumentos... no mínimo é uma mentira deslavada, disse que vai privatizar para diminuir as tarifas... é impossível! É mentira! É cara de pau!". Para ele, o objetivo é outro: "Locupletar os grupos políticos e econômicos que apoiam o governo".

Não mede palavras para se referir ao governo Temer, a quem chama de "usurpador do poder": "Nós não temos uma democracia no Brasil, temos uma cleptocracia e a privatização da Eletrobrás é mais um passo dela".

"Mesmo o governo americano tem um nítido desprezo pelo governo Temer". "Esse Congresso é alimentado à base de favores e negócios. Esse Congresso não discute projetos estratégicos. Só se discute como repartir e o que tomar que pode ser tomado". E alerta: "A privatização vai aprofundar a corrupção".

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

Bartol Neves assumirá mandato em Brejo da Madre de Deus

Bitcoin só perde para o Magazine Luiza em valorização em 2017

Líder do PT confirma nome de Marília Arraes em 2018 e diz que Fernando Filho não tem chance

NA MADRUGADA – NO INTUITO DE MARCAR CONSULTA, GRUPO PERNOITA NAS CALÇADAS, EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE