Doria recusa prévias com Alckmin e pode deixar o PSDB


Novo teste de bomba da Coreia do Norte intensifica tensão nuclear. 
Crédito: Ahn Young/AP

Do Estadão

O prefeito de São Paulo, João Doria, em entrevista exclusiva ao 'Estado', descartou disputar prévias com o governador Geraldo Alckmin para a escolha do candidato do PSDB à Presidência em 2018. A concorrência velada entre os dois ganhou outro rumo na semana passada, quando Alckmin afirmou sua intenção de ser 'presidente do povo brasileiro'.

E o mundo ficou em alerta no fim de semana: a Coreia do Norte testou sua bomba atômica mais potente até o momento, um artefato termonuclear ou bomba H, que, segundo o regime, pode ser instalado em um míssil intercontinental.

Esse é o sexto teste nuclear do país, e culmina um período de intensa atividade armamentista por parte do governo de Kim Jong-un, que testou mais de uma dezena de mísseis balísticos desde o começo do ano, entre eles dois intercontinentais. Para o jornalista do Estado, Roberto Godoy, a Coreia do Norte já é uma potência nuclear.

Os Estados Unidos prometeram 'resposta militar esmagadora' caso sofram 'qualquer ameaça'. Aliada do regime, a China expressou sua 'condenação enérgica' ao sexto teste nuclear do país. O Conselho de Segurança da ONU se reúne hoje para discutir a questão.

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

Bartol Neves assumirá mandato em Brejo da Madre de Deus

Bitcoin só perde para o Magazine Luiza em valorização em 2017

NA MADRUGADA – NO INTUITO DE MARCAR CONSULTA, GRUPO PERNOITA NAS CALÇADAS, EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

Armando diz que especulações sobre chapa são precipitadas