Doria recusa prévias com Alckmin e pode deixar o PSDB


Novo teste de bomba da Coreia do Norte intensifica tensão nuclear. 
Crédito: Ahn Young/AP

Do Estadão

O prefeito de São Paulo, João Doria, em entrevista exclusiva ao 'Estado', descartou disputar prévias com o governador Geraldo Alckmin para a escolha do candidato do PSDB à Presidência em 2018. A concorrência velada entre os dois ganhou outro rumo na semana passada, quando Alckmin afirmou sua intenção de ser 'presidente do povo brasileiro'.

E o mundo ficou em alerta no fim de semana: a Coreia do Norte testou sua bomba atômica mais potente até o momento, um artefato termonuclear ou bomba H, que, segundo o regime, pode ser instalado em um míssil intercontinental.

Esse é o sexto teste nuclear do país, e culmina um período de intensa atividade armamentista por parte do governo de Kim Jong-un, que testou mais de uma dezena de mísseis balísticos desde o começo do ano, entre eles dois intercontinentais. Para o jornalista do Estado, Roberto Godoy, a Coreia do Norte já é uma potência nuclear.

Os Estados Unidos prometeram 'resposta militar esmagadora' caso sofram 'qualquer ameaça'. Aliada do regime, a China expressou sua 'condenação enérgica' ao sexto teste nuclear do país. O Conselho de Segurança da ONU se reúne hoje para discutir a questão.

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

FAMILIARES E AMIGOS SE DESPEDEM DO RADIALISTA AGNALDO SILVA

PARA RECORDAR. MATÉRIA QUE FIZ COM AGNALDO SILVA EM 2014

Deputado fala sobre necessidade de movimento jurídico para barrar privatização da Eletrobras

DISTRITO DE PÃO DE AÇÚCAR É DESTAQUE EM REPORTAGEM DO SBT POR CAUSA DA VIOLÊNCIA

PRUDÊNCIO GOMES: "ESTOU À DISPOSIÇÃO DO POLO DE CONFECÇÕES"