Ausência de Anderson Ferreira sinaliza insatisfação

Paulo Câmara assina ao lado do Ministro dos Transportes, Maurício Quintella, ordem de serviço da BR-101 - Foto: Maria Nilo/Folha de Pernambuco

Por Carol Brito
Da Folha de Pernambuco

O embate político entre o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira (PR), e o secretário estadual dos Transportes, Sebastião Oliveira (PR), se refletiu no ato de assinatura da ordem de serviço da BR-101, nesta sexta-feira (22). A obra foi alvo de troca de acusações nesta semana, quando o gestor municipal criticou a pasta comandada pelo correligionário pelo fato da recuperação da estrada ter sido iniciada em Paulista, e não em seu município, ponto que, segundo ele, está mais “degradado” e “crítico”. Apesar de convidado, Ferreira faltou ao evento no Palácio do Campo das Princesas, em um gesto que deixou a impressão de resquícios da insatisfação.

Nos discursos das lideranças, as críticas feitas pelo prefeito foram minimizadas e a escolha foi tratada como uma decisão técnica. "O prefeito sempre quer o melhor para o seu município. Eu entendo o lado dele, mas estamos trabalhando por Jaboatão dos Guararapes, estamos estudando a possibilidade de trazer um viaduto para o município, ajudamos de forma emergencial a cidade nas enchentes. Mas agora foi uma decisão da empresa contratada. A contratação foi feita por um preço global e quem define por onde a obra vai começar, o preço contratado e a data prevista é a empresa. Não é o ministro, governador ou secretário", afirmou o ministro Maurício Quintella (PR). Durante o ato, o ministro não poupou elogios a Sebastião Oliveira, que alimenta uma rivalidade interna com Ferreira. 

O governador Paulo Câmara (PSB) também saiu em defesa da escolha. Segundo ele, as equipes do Departamento de Estradas e Rodagens (DER-PE) e do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) são responsáveis por estudos técnicos que orientam a escolha. "Respeito muito o prefeito Anderson Ferreira, mas na hora de definir temos que considerar a parte técnica", disse.

A reportagem procurou o prefeito Anderson Ferreira para justificar sua ausência, mas ele não foi encontrado. Sem o gestor jaboatanense, outros prefeitos contemplados com a obra marcaram presença como Junior Matuto (Paulista) e Pastor Marcos (Abreu e Lima) e o vice-prefeito do Recife, Luciano Siqueira (PCdoB).

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

Diogo Moraes receberá os governadores Paulo Câmara e Ricardo Coutinho para assinatura da autorização da licitação da Adutora do Alto Capibaribe

Diogo Moraes: Lula sairá mais fortalecido de julgamento

Governador decreta luto oficial e destaca trajetória de vida de Armando Monteiro Filho

TEOBALDO DESTINA AMBULÂNCIAS PARA 03 CIDADES DO POLO DE CONFECÇÕES DO AGRESTE