Armando diz que especulações sobre chapa são precipitadas

Senador do PTB é cotado para compor chapa com Fernando Bezerra e Jarbas

"É preciso criar condições para se constituir uma aliança”, disse Armando
Foto: Diego Nigro/JC Imagem

Do Jornal do Commercio

A especulação para a criação de uma chapa que envolva Fernando Bezerra para o governo e Jarbas Vasconcelos e Armando Monteiro para as vagas ao Senado é precipitada, na opinião de Armando. O senador do PTB não esconde seu desejo de concorrer ao governo em 2018, mas nos bastidores já teria admitido que poderia disputar novamente o Senado, dadas as circunstâncias políticas do próximo ano.

“Estão botando o carro na frente dos bois. É preciso criar condições para se constituir uma aliança”, disse Armando. O petebista lembrou que há outras forças que precisam ser analisadas, como o DEM e o PSDB. Tanto

Armando quando Fernando Bezerra buscaram uma aproximação com esses dois partidos, liderados no Estado, respectivamente, pelos ministros da Educação, Mendonça Filho, e das Cidades, Bruno Araújo. As tratativas incluem, ainda, o ex-governador João Lyra (PSDB). Todos estiveram reunidos no início da semana, em Caruaru, para uma agenda do Ministério das Cidades, que acabou se tornando uma prévia de possíveis alianças para 2018.

“O meu serviço é não ficar colocando nomes e não ficar discutindo chapas. Isso é um desserviço a essa eventual aliança. O processo tem que começar de outra maneira, perguntando para que esses nomes estão se reunindo. É para um projeto para Pernambuco? É para uma agenda para Pernambuco? É uma aliança que tem que se formar ‘para que’ e não ‘para quem’”, analisou.

Armando afirma que não conversou com Romero Jucá, presidente do PMDB, sobre a possível chapa pernambucana. “Não faço essa interlocução com o PMDB no plano nacional”, disse.

EX-ALIADOS

Armando e Jarbas já foram aliados. Os dois estavam no mesmo palanque na eleição do peemedebista ao governo, em 1998. Em meados do primeiro governo de Jarbas, Armando, então deputado federal, rompeu a aliança e criou o “Grupo Independente”, levando consigo outros parlamentares insatisfeitos com o tratamento recebido pela gestão de Jarbas.

Hoje, Armando não descarta uma nova aproximação. “Minha constituição se dá no campo da oposição em Pernambuco, onde me encontro. Quem quiser se deslocar para este campo, a gente pode conversar”, afirmou o senador.

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

FAMILIARES E AMIGOS SE DESPEDEM DO RADIALISTA AGNALDO SILVA

PARA RECORDAR. MATÉRIA QUE FIZ COM AGNALDO SILVA EM 2014

Deputado fala sobre necessidade de movimento jurídico para barrar privatização da Eletrobras

DISTRITO DE PÃO DE AÇÚCAR É DESTAQUE EM REPORTAGEM DO SBT POR CAUSA DA VIOLÊNCIA

PRUDÊNCIO GOMES: "ESTOU À DISPOSIÇÃO DO POLO DE CONFECÇÕES"