Eles só querem a nossa grana para comprar voto

Por Ricardo Kotscho
No R7

O deputado Wladimir Costa é um símbolo do atual estado da política brasileira 
(Foto: Reprodução/TV Câmara)
“Vivemos em uma espécie de autocracia picareta, que faz a maior parte do país de refém, parlamentares e governo que procuram escapar da cadeia e distribuem o butim enquanto durar essa oportunidade curta de saque” 
(Vinicius Torres Freire, em sua coluna desta quarta-feira na Folha).

***
Quem são eles?, poderão perguntar os mais ingênuos e desinformados. Alguém ainda tem dúvida?

São as excelências federais de todas as latitudes que estão se lixando para a plateia, dão uma solene banana para todos nós e têm um profundo desprezo pelos eleitores.

Vamos falar português claro: eles só querem a nossa grana para comprar o seu voto e garantir a reeleição em 2018 para não perder o foro privilegiado e correr o risco de ir em cana.

Não se iludam. A chamada “reforma política”, que começa hoje a ser votada na Câmara, é apenas uma reforma eleitoral _ ou melhor, eleitoreira _ para deixar tudo como está.

Também, vamos convir, seria demais esperar que estes políticos e este Congresso, o pior de nossa história republicana, fizessem algo em favor da população contra seus próprios interesses.

Se tudo for aprovado como está, com o tal “distritão” e o butim de R$ 3,6 bilhões de financiamento público num país quebrado, o próximo parlamento não será muito diferente deste que nos envergonha tanto e não para de nos surpreender com novos golpes a cada dia.

Ao contrário: a renovação poderá ser ainda menor do que em outras legislaturas, pois tudo está sendo perpetrado para beneficiar os atuais mandatários, os mais conhecidos, os mais ricos, os donos de currais eleitorais.

Com dezenas de assessores pagos por nós para trabalhar como cabos eleitorais permanentes e as verbas de emendas parlamentares distribuídas a granel para cevar seu rebanho cativo, eles sempre saem em vantagem para se reeleger indefinidamente.

No mínimo, vão eleger um filho, um neto, um laranja, alguém do mesmo grupo político, qualquer que seja a sigla, pois partidos já não valem mais nada.

Que chances tem um simples mortal para entrar nesta arena de leões famintos que não querem largar o osso do poder?

Dirão os mais céticos e cínicos que o Congresso Nacional é um retrato do Brasil. Afinal, todos foram eleitos por nós.

Sim, mas de tudo o que o Brasil tem de pior, representado majoritariamente pelo Centrão de Cunha, financiado pelo caixa dois das grandes empresas, como vimos nas chanchadas das votações dos “dias históricos”.

A única diferença é que agora eles serão financiados pelo dinheiro dos nossos impostos, oficialmente, saqueados dos cofres públicos sem dó nem piedade, enquanto o rombo fiscal não para de crescer e os serviços essenciais de saúde, educação e segurança entram em colapso.

Como este acinte ainda terá que passar por duas votações nos plenários da Câmara e do Senado, será que não aparecerão lideranças capazes de impedir que a “reforma política”, que não reforma nada e só piora as coisas será aprovada?

Será que não sobrou ninguém?

Vida que segue.

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

CANDIDATURA AVULSA. GEO CALDAS PODE SE LANÇAR CANDIDATO A PRESIDENTE

JUNIOR DE SINDÔ SERÁ VELADO NA CÂMARA DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

COMPOSIÇÃO DA CÂMARA PODE PASSAR DE 17 PARA 10 VEREADORES, EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

VEREADOR E ESPOSA SÃO ASSALTADOS EM FRENTE A RÁDIO, NA CIDADE DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

DISTRITO DE PÃO DE AÇÚCAR É DESTAQUE EM REPORTAGEM DO SBT POR CAUSA DA VIOLÊNCIA