Fortalecimento de agenda de desenvolvimento territorial é tema de reunião regional em Arcoverde

Encontro reuniu 40 representantes de 12 municípios do Agreste Central e Setentrional do Estado 


A troca de experiências entre as gestões dos municípios pode facilitar a implementação de novos projetos e ações que contribuam para o crescimento do Estado como um todo. Pensando nisso, a Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e o Sebrae criaram o Fórum Estadual de Secretários e Dirigentes Municipais de Desenvolvimento Econômico. Arcoverde foi a última cidade a sediar a Reunião Regional do Fórum, no dia oito de agosto, na Associação Comercial e Empresarial da cidade, a Aca.

O encontro reuniu representantes de 12 municípios do Agreste Central e Setentrional: Caruaru, Gravatá, Bezerros, Toritama, Santa Cruz do Capibaribe, Pedra, Arcoverde, Bonito, Cupira, Ibirajuba, São Caetano e Águas Belas. Cerca de 40 pessoas estiveram presentes para trocar experiências das pastas que tratam do desenvolvimento econômico das cidades. A programação do evento contemplou palestras com os temas “A importância do Fórum para o fortalecimento da agenda de desenvolvimento no território”, que foi ministrada pelo gerente da Unidade de Políticas Públicas do Sebrae/PE, Fernando Clímaco, e “A experiência de Garanhuns na implantação de políticas de desenvolvimento” com a agente de desenvolvimento do município de Garanhuns, Priscila Belens.

Além disso, os participantes também assistiram a um vídeo institucional da Prefeitura de Arcoverde, apresentando a cidade. O diretor do Centro Comercial de Arcoverde (Cecora), Paulo Sérgio, falou das ações de melhoria e das parcerias feitas pela gestão do Centro. O vice-prefeito de Arcoverde, Wellington Araújo, e a secretária de Desenvolvimento Econômico, Jussara Pereira, também estiveram presentes.

Para o gerente da Unidade de Políticas Públicas do Sebrae/PE, Fernando Clímaco, as reuniões têm importância significativa para a aproximação dos interlocutores municipais e para a construção do pensamento de desenvolvimento territorial. “O mais importante é que os secretários e dirigentes de desenvolvimento econômico dos municípios possam definir a atuação no coletivo. Se o grupo perceber certas necessidades comuns para uma região, ele ganha força para se dirigir às instâncias governamentais, seja a municipal, a estadual ou a federal e solicitar ou cobrar recursos para a execução dos projetos”, destacou.

O objetivo central do Fórum Estadual de Secretários e Dirigentes Municipais de Desenvolvimento Econômico é tornar o desenvolvimento econômico um tema prioritário das agendas do municipalismo brasileiro. Com isso, a construção e a implementação de políticas públicas neste sentido serão incentivadas.

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

CANDIDATURA AVULSA. GEO CALDAS PODE SE LANÇAR CANDIDATO A PRESIDENTE

JUNIOR DE SINDÔ SERÁ VELADO NA CÂMARA DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

COMPOSIÇÃO DA CÂMARA PODE PASSAR DE 17 PARA 10 VEREADORES, EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

VEREADOR E ESPOSA SÃO ASSALTADOS EM FRENTE A RÁDIO, NA CIDADE DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

DISTRITO DE PÃO DE AÇÚCAR É DESTAQUE EM REPORTAGEM DO SBT POR CAUSA DA VIOLÊNCIA