Entidades de Santa Cruz do Capibaribe conseguem reverter aumento do ICMS para o Polo de Confecções


Inúmeras reuniões na Secretaria da Fazenda de Pernambuco. Empresários de Santa Cruz do Capibaribe, que representam as entidades como a CDL, Moda Center, Ascap e Ascont, dentre outras, conseguiram mostrar ao Governo do Estado a inviabilidade no aumento do ICMS, proposto nas últimas semanas. Entre idas e vindas, reuniões e muitos argumentos, o Governo do Estado entendeu que é preciso uma política tributária diferenciada para o Polo de Confecções de Pernambuco.

O Diretor de Empreendedorismo e Desenvolvimento da CDL de Santa Cruz do Capibaribe, foi um dos empresários que defendeu essa diferenciação do ICMS para empresários da cidade e da região. As reuniões contaram com a presença dos prefeitos de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira; e de Taquaritinga, Lero.

Bruno Bezerra, diretor da CDL Santa Cruz resumiu a conquista “Numa resposta rápida, bem articulada e fundamentada com argumentos mercadológicos por parte das entidades que fazem a economia do Polo de Confecções, conseguimos reverter o aumento do ICMS para empresas [tecidos, confecções e armarinho] do SIMPLES que atuam no Polo de Confecções com fornecedores de outros estados. O Governo do Estado entendeu os argumentos e atendeu o pleito das entidades. Vamos seguir agora com o trabalho junto ao Governo do Estado focado na implantação do Expresso da Moda, que será mais uma importante conquista com ganho de competitividade para Santa Cruz do Capibaribe e o Polo de Confecções e empreendedorismo do agreste pernambucano”, explicou Bruno.

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

PROJETO PARA QUE AS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE TENHAM O HORÁRIO ESTENDIDO ATÉ AS 20 HORAS É APROVADO NA CÂMARA DE VEREADORES

BRUNO ARAÚJO: 'ESTOU PRONTO PARA ACEITAR ESSA MISSÃO'

Feira do Sítio Cacimba de Baixo movimenta a Zona Rural de Santa Cruz do Capibaribe

MARÍLIA ARRAES NESTA QUINTA-FEIRA EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

"FICA EU E O TAMBORETE"