Deputada pede pressa ao secretário de saúde de Pernambuco para reabrir o São Sebastião


Para apressar a reabertura do Hospital São Sebastião, já anunciada pelo Governo do Estado, a deputada Laura Gomes participou de audiência com o secretário Estadual de Saúde, Iran Costa, na manhã desta sexta-feira (18), acompanhada de Jorge Gomes, ex-vice-prefeito de Caruaru e assessor do Governador Paulo Câmara, vinculado à Secretaria da Casa Civil.

“Podemos dizer secretário, que na visão dos caruaruenses a reabertura do São Sebastião é para ontem”, destacou a líder da bancada do PSB na Assembleia. Para ela, a questão agora é apressar as providências, principalmente porque a função do HSS será desafogar a emergência do Hospital Regional do Agreste (HRA), sobrecarregada com a demanda de todas as urgências de Caruaru e de dezenas de outros municípios.

O secretário de Saúde confirmou a posição do Governo do Estado de reabrir o São Sebastião com perfil de média complexidade e a função de utilizar mais de 50 leitos para aliviar a superlotação do HRA e servir também de retaguarda ao Hospital Mestre Vitalino e para a UPA 24 horas. Jorge Gomes será o elo entre a Saúde, a Casa Civil e a deputada para acompanhar os processos voltados à reabertura do HSS.

“Em boa hora, o Governo do Estado atende um anseio do nosso povo e a necessidade de otimizar a rede de saúde em Caruaru. A prioridade agora é apressar tudo. Vamos reabrir o São Sebastião logo e, em seguida, e dependendo dos recursos, vamos ampliando outros serviços, como já fizemos e deu certo no Hospital Mestre Vitalino”, finalizou a deputada ao sair da audiência.

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

CANDIDATURA AVULSA. GEO CALDAS PODE SE LANÇAR CANDIDATO A PRESIDENTE

JUNIOR DE SINDÔ SERÁ VELADO NA CÂMARA DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

COMPOSIÇÃO DA CÂMARA PODE PASSAR DE 17 PARA 10 VEREADORES, EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

VEREADOR E ESPOSA SÃO ASSALTADOS EM FRENTE A RÁDIO, NA CIDADE DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

DISTRITO DE PÃO DE AÇÚCAR É DESTAQUE EM REPORTAGEM DO SBT POR CAUSA DA VIOLÊNCIA