Paulo Câmara cumpre agenda extensa no Cabo

Em comemoração aos 104 anos do município, o gestor transferiu simbolicamente a sede Governo do Estado para o ente federativo cabense por um dia

O prefeito do Cabo, Lula Cabral (PSB), e o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), em entrevista na Prefeitura da cidade - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Carol Brito
Da Folha de Pernambuco

O governador Paulo Câmara (PSB) iniciou a série de agendas que cumprirá nesta segunda-feira (10) no Cabo de Santo Agostinho. O primeiro compromisso foi uma entrevista à rádio Cabo FM, ao lado do prefeito da cidade, Lula Cabral (PSB), e auxiliares estaduais. Em seguida, o chefe do Executivo fará despachos administrativos na prefeitura local. Em comemoração aos 104 anos do município, o gestor transferiu simbolicamente a sede Governo do Estado para o ente federativo cabense por um dia. 

Durante a entrevista, os aliados do gestor saíram em defesa do governador Paulo Câmara das críticas feitas pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O petista declarou que o socialista é um técnico indicado a um cargo político e que este tipo de indicação nem sempre dá certo. O chefe do Executivo minimizou as críticas e disse ter orgulho da sua trajetória. No entanto, coube ao prefeito Lula Cabral uma defesa mais explícita. "Governador, eu também sofri muito essas críticas quando assumi a prefeitura do Cabo pela primeira vez. Eu digo que não ligue para isso e siga trabalhando", defendeu. 

O gestor cumpre uma série de agendas administrativas no Cabo de Santo Agostinho durante o dia. A principal ação será o anúncio de um terreno para a construção do 10º Batalhão da Polícia Militar de Pernambuco no Cabo de Santo Agostinho.

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

FAMILIARES E AMIGOS SE DESPEDEM DO RADIALISTA AGNALDO SILVA

PARA RECORDAR. MATÉRIA QUE FIZ COM AGNALDO SILVA EM 2014

DISTRITO DE PÃO DE AÇÚCAR É DESTAQUE EM REPORTAGEM DO SBT POR CAUSA DA VIOLÊNCIA

Deputado fala sobre necessidade de movimento jurídico para barrar privatização da Eletrobras

PRUDÊNCIO GOMES: "ESTOU À DISPOSIÇÃO DO POLO DE CONFECÇÕES"