PARA BARRAR LULA, PSDB COGITA RENATA CAMPOS COMO VICE


Com Lula lutando para permanecer no páreo eleitoral de 2018, o PSDB se prepara para lançar uma nova ofensiva contra o ex-presidente no terreno onde o capital eleitoral do petista é mais forte: a Região Nordeste; ideia é reduzir este capital político chamando para vice da chapa tucana a ex-primeira dama Renata Campos, viúva do ex-governador Eduardo Campos (PSB); convite também é visto como a grande chance do PSDB para fechar uma aliança nacional com o PSB; nome nordestino forte é visto pela cúpula do partido como algo essencial para barrar a influência de Lula, principalmente se o candidato do PSDB for original de São Paulo, como o prefeito da capital, João Doria, ou o governador, Geraldo Alckmin

Pernambuco 247 - Com Lula lutando para permanecer no páreo eleitoral de 2018, o PSDB se prepara para lançar uma nova ofensiva contra o ex-presidente no terreno onde o capital eleitoral do petista é mais forte: a Região Nordeste. A ideia é reduzir este capital político chamando para vice da chapa tucana a ex-primeira dama Renata Campos, viúva do ex-governador Eduardo Campos (PSB).

Um nome nordestino forte é visto pela cúpula do partido como algo essencial para barrar a influência de Lula, principalmente se o candidato do PSDB for original de São Paulo, como o prefeito da capital, João Doria, ou o governador, Geraldo Alckmin.

No caso de Renata Campos, o convite também é visto como a grande chance do PSDB para fechar uma aliança nacional com o PSB, aliança que é desejada desde há muito tempo por caciques tucanos, como o próprio Alckmin. Uma outra alternativa é o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM).

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

Diogo Moraes receberá os governadores Paulo Câmara e Ricardo Coutinho para assinatura da autorização da licitação da Adutora do Alto Capibaribe

Governador decreta luto oficial e destaca trajetória de vida de Armando Monteiro Filho

TEOBALDO DESTINA AMBULÂNCIAS PARA 03 CIDADES DO POLO DE CONFECÇÕES DO AGRESTE

SOBRE PROCESSOS E DIFAMAÇÕES, UM PEQUENO RECADO AOS MEUS DETRATORES E PRINCIPALMENTE AOS TRAIDORES, por Noelia Brito