NO DIA MUNDIAL DO LEITE GILSON CARLOS CONSEGUE REATIVAR O PROGRAMA EM PÃO DE AÇÚCAR

A volta do Programa de distribuição de Leite para famílias carentes foi anunciada hoje pelo sub prefeito do Distrito de Pão de Açúcar, município de Taquaritinga do Norte, Gilson Carlos. Em participação no Programa Cidade em Foco, na manhã desta quinta-feira ele falou da sua alegria em poder contribuir para que moradores daquela comunidade sejam beneficiados.

"Através de uma parceria entre o governo estadual, governo municipal e a Associação Nossa Senhora das Graças conseguimos reativar esse programa de distribuição de leite aqui no distrito. A princípio 60 famílias serão beneficiadas. Todas foram cadastradas anteriormente e a partir de hoje o leite será entregue na Sede da Associação, que fica na Rua Getúlio Vargas. Uma ação que ajudará aos que mais precisam e fico feliz em poder participar", disse Gilson Carlos.

DIA MUNDIAL DO LEITE E A IMPORTÂNCIA DESSE ALIMENTO


O Dia Mundial do Leite, celebrado nesta quinta-feira, foi definido em 2001 como marco do trabalho de conscientização sobre a importância da bebida láctea e seus derivados para a saúde e a qualidade de vida. Alguns mitos sobre os laticínios, ignorantes a estudos científicos que mostram seus bens indiscutíveis, se tornaram entraves nessa estratégia de valorização do produto. 

O leite é rico em vitaminas (D, B2, B12, A, E, B6), proteínas e minerais, como cálcio, fósforo, potássio, zinco e magnésio. “É barato e essencial pelo valor nutricional que oferece, apresentando benefícios ao longo do tempo. De fácil acesso e preparo, o leite é um alimento completo. Entre outras substâncias, produz proteína de qualidade, decisiva para o funcionamento satisfatório do organismo, o metabolismo, o crescimento e o fortalecimento do sistema imunológico”, explica Erika Raquel Ferreira, nutricionista e professora do curso técnico em nutrição do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) em Minas. 

As vantagens da bebida podem ser verificadas, em diferentes efeitos, conforme cada ciclo da vida. Na infância, o cálcio contribui para a boa composição da massa óssea e dos dentes, e por isso uma alimentação farta do nutriente é fundamental para que a criança desenvolva ossos fortes quando adulta e na velhice, afastando os riscos de sofrer com a osteoporose. 

Na fase de crescimento, destaca a nutricionista, o leite fortalece as defesas naturais e libera aminoácidos essenciais à constituição dos tecidos. “O leite integral é o mais apropriado, desde que o jovem não tenha restrição alimentar de gorduras ou açúcar, pois o produto tem todas as dosagens de nutrientes essenciais para o dia”, demonstra. Para quem duvida da essencialidade da bebida entre adultos, Erika Ferreira reafirma que não se deve deixar de lado o produto e seus derivados. O leite tem vitamina E, um antioxidante que influencia diretamente no combate ao envelhecimento. “Já o potássio ajuda no controle da pressão sanguínea, um transtorno comum em adultos. Nesse período, o leite também é importante para manter o fortalecimento dos ossos, gerar energia para as células do corpo, e auxiliar em processos metabólicos, além de regular o sistema endócrino”, ensina. 

As vitaminas do complexo B ajudam na proteção do sistema nervoso e participam do processo de regeneração celular. Os tipos semidesnatado e desnatado, acrescenta a especialista, são mais adequados para pessoas adultas, não sujeitas a dietas especiais, porque têm 50% menos gorduras ou são do tipo zero gordura, respectivamente, se comparados ao leite integral, mas a mesma quantidade de vitaminas, cálcio e sais minerais. 

Na terceira idade, o corpo perde rapidamente os nutrientes. Assim, os produtos lácteos consistem em substancial forma de reposição, uma vez que são de fácil absorção e digestão. A vitamina D auxilia na fixação de cálcio nos ossos e, como o leite é um produto que tem a água em sua composição natural, ajuda na hidratação, algo muito deficiente em idosos, assinala a professora do Senac. Para esse público, o ideal é tomar o leite desnatado. 

O consumo diário recomendado é de três porções de leite e seus subprodutos, de acordo com Erika Ferreira. “Pode ser um copo de leite de 200ml no café da manhã, um copo de 200ml de iogurte, ou uma fatia de queijo branco, por exemplo. É sabido que 100ml de leite contêm 120mg de cálcio, enquanto 100 gramas de brócolis contêm 51mg de cálcio. A diferença é a biodisponibilidade, ou seja, o grau de absorção do nutriente pelo corpo em cada caso”, ressalta. A cada ingestão de medida de leite com 32% de cálcio, 96% desse percentual são absorvidos. De outro lado, sete colheres de sopa de brócolis picado têm 35mg de cálcio, sendo 60% digeridos. 

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

FAMILIARES E AMIGOS SE DESPEDEM DO RADIALISTA AGNALDO SILVA

PARA RECORDAR. MATÉRIA QUE FIZ COM AGNALDO SILVA EM 2014

Deputado fala sobre necessidade de movimento jurídico para barrar privatização da Eletrobras

DISTRITO DE PÃO DE AÇÚCAR É DESTAQUE EM REPORTAGEM DO SBT POR CAUSA DA VIOLÊNCIA

PRUDÊNCIO GOMES: "ESTOU À DISPOSIÇÃO DO POLO DE CONFECÇÕES"