Folhas, flores e frutos, por Dário Gomes

Números 17:8

Sucedeu, pois, que no dia seguinte Moisés entrou na tenda do testemunho, e eis que a vara de Arão, pela casa de Levi, florescia; porque produzira flores e brotara renovos e dera amêndoas.

PASTOR DÁRIO GOMES
Deus determinou uma forma bem interessante para mostrar ao povo a quem Ele havia escolhido para realizar a obra do sacerdócio. Cada um deveria entregar a Moisés uma vara de uma planta e este, por sua vez, as colocaria perante o Senhor. Deus daria um sinal para mostrar quem escolhera. E foi, no dia seguinte, que a vara que representava os Levitas, e que tinha sido entregue por Arão, brotou folhas, deu flores e frutos.

A vida de um cristão é tal qual uma árvore, até porque Deus, em sua Palavra nos chama de “Lavoura de Deus”. Porque nós somos cooperadores de Deus; vós sois lavoura de Deus e edifício de Deus. I Coríntios 3:9. Jesus também é comparado como uma plantinha nova, na visão do profeta Isaías. Porque brotará um rebento do tronco de Jessé, e das suas raízes um renovo frutificará. Isaías 11:1

Uma árvore frutífera tem, além da raiz, tronco e galhos, folhas, flores e frutos. É cada parte em sua parte fazendo a sua parte.

Primeiro vem as folhas, e estas mostram a saúde da planta. O profeta Jeremias afirma que: Aquele que confia no Senhor é comparado com uma árvore plantada junto ao ribeiro, cujas folhas são sempre verdes. “ Porque será como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro, e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e no ano de sequidão não se afadiga, nem deixa de dar fruto”. Jeremias 17:8. O salmista diz que o que observa a Palavra de Deus é como árvore plantada junto a ribeiros de água. Salmo 1:2

Depois das folhas aparecem as flores, sinal de que a planta está vigorosa e pronta para dar frutos, ainda não é o fruto, mas logo esses aparecerão, nesta fase é necessário ter-se muito cuidado pois os inimigos fazem de tudo para derrubarem as flores, porque sem flor, não há fruto. Salomão adverte que as raposinhas devem ser apanhadas para não derrubarem as flores das vinhas. – “Apanhai-nos as raposas, as raposinhas, que fazem mal às vinhas, porque as nossas vinhas estão em flor”. Cânticos 2:15.

Em seguida vem os frutos, bons ou ruins, aparentemente todos iguais, só saberemos seu sabor, se provarmos, mas a árvore é conhecida por eles. Assim também somos nós, não somos conhecidos pelos dons, mas pelos frutos. Jesus disse que os falsos profetas são conhecidos pelos seus frutos assim como as árvores. “Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores. Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos? Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons. Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo. Portanto, pelos seus frutos os conhecereis”. Mateus 7:15-20 - 

Nós somos da mesma maneira, somos plantas que produzimos folhas, que mostram ao mundo, a boa alimentação que temos recebido, nossas raízes estão no ribeiro e nossas folhas ficam sempre verdes.

Produzimos flores, que demonstram ao mundo a glória que em nós há, impossível não se notar uma árvore florida à beira da estrada, além de ser um verdadeiro espetáculo, é o prenúncio de que, em breve, teremos frutos.

Por fim aparecem os frutos em nossa vida, ou bons ou maus, Paulo escrevendo aos irmãos da Galácia fala sobre o fruto do Espírito: “Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança”. Gálatas 5:22.

O profeta João advertiu: Lucas 3:7-9 - Dizia, pois, João à multidão que saía para ser batizada por ele: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira que está para vir? Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento, e não comeceis a dizer em vós mesmos: Temos Abraão por pai; porque eu vos digo que até destas pedras pode Deus suscitar filhos a Abraão. E também já está posto o machado à raiz das árvores; toda a árvore, pois, que não dá bom fruto, corta-se e lança-se no fogo.

Um abraço e até a próxima, se Deus permitir.

*Dario Gomes de Araujo é Evangelista da Igreja Assembleia de Deus e atualmente é gestor na cidade de São José do Egito

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

Bartol Neves assumirá mandato em Brejo da Madre de Deus

Depois de fazer críticas a Paulo Câmara, Lula senta à mesa com o governador

Bitcoin só perde para o Magazine Luiza em valorização em 2017

Líder do PT confirma nome de Marília Arraes em 2018 e diz que Fernando Filho não tem chance