MAIS QUATRO ANOS?



O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva venceu, nesta quarta-feira 10, a mais dura batalha de sua vitoriosa carreira política; depois de mais de cinco horas diante do juiz Sergio Moro, Lula respondeu todas as questões e ainda fez uma alegação final brilhante, na qual deixou uma mensagem: "espero que o povo brasileiro não perca a confiança na Justiça"; depois do depoimento, Lula ainda teve forças para cair nos braços do povo, em Curitiba, onde fez um discurso para cerca de 50 mil pessoas e disse "não ter tamanho para tamanha solidariedade"; líder em todas as pesquisas sobre sucessão presidencial, Lula mostrou estar pronto para, mais uma vez, disputar o voto e a confiança do povo brasileiro

247 – Lula venceu. 

Na noite desta quarta-feira 10, até o Jornal Nacional, da Globo, que há dois anos lidera uma "guerra santa" contra o maior líder popular da história do País, que arruinou a economia brasileira sem conseguir destruir o ex-presidente, se viu forçada a abrir espaço para as contundentes alegações finais de Lula, depois de um depoimento de mais de cinco horas ao juiz Sergio Moro.

Em sua fala, Lula deixou uma mensagem importante: "espero que o povo brasileiro não perca a confiança na Justiça". E disse ainda que, pelas perguntas feitas pelos procuradores da Lava Jato, a denúncia não deveria nem ter sido aceita pelo juiz (assista aqui a íntegra da sua fala).

Depois do depoimento, Lula ainda teve forças para cair nos braços do povo, em Curitiba, onde fez um discurso para cerca de 50 mil pessoas e disse "não ter tamanho para tamanha solidariedade". Com lágrimas nos olhos, agradeceu a presença de jovens e disse esperar merecer a confiança não apenas deles, mas também de seus filhos e netos (leia mais aqui).

Líder em todas as pesquisas sobre sucessão presidencial, Lula mostrou estar pronto para, mais uma vez, disputar o voto e a confiança do povo brasileiro. No dia em que a extrema direita esperava destruir e até prender Lula, ele saiu vitorioso. E não foi por pontos.

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

FAMILIARES E AMIGOS SE DESPEDEM DO RADIALISTA AGNALDO SILVA

PARA RECORDAR. MATÉRIA QUE FIZ COM AGNALDO SILVA EM 2014

Deputado fala sobre necessidade de movimento jurídico para barrar privatização da Eletrobras

DISTRITO DE PÃO DE AÇÚCAR É DESTAQUE EM REPORTAGEM DO SBT POR CAUSA DA VIOLÊNCIA

PRUDÊNCIO GOMES: "ESTOU À DISPOSIÇÃO DO POLO DE CONFECÇÕES"