Isaltino propõe enquadrar Sport Club do Recife como instituição de utilidade pública

Do BLOG DA FOLHA

Deputado afirma que a entidade realiza trabalhos sociais sociais e, por isso, poderia receber benefícios fiscais

A proposta de Isaltino Nascimento foi aprovada na Comissão de Administração - Foto: Jarbas Araújo/Alepe

Em meio ao debate na Câmara dos Deputados sobre a revisão da isenção fiscal aos clubes de futebol, o líder do Governo na Assembleia Legislativa, Isaltino Nascimento (PSB), propôs, no sentido contrário, o projeto de Lei 1196, que declara a Associação Sport Club do Recife como uma instituição de utilidade pública e interesse social, que se aprovado, permitirá o clube a benefícios fiscais. A matéria já recebeu parecer favorável na Comissão de Administração da Alepe.

O projeto, que prevê o reconhecimento dos trabalhos sociais do clube para garantir acesso a benefícios fiscais, deverá ser submetida à Comissão de Finanças, Orçamento e Tributação e, depois, segue para o plenário.

Na justificativa da proposta, Isaltino afirma que o clube é promotor de atividades sociais de apoio à população, principalmente nas áreas de saúde, cultura e esporte.

“O Sport promove inúmeras campanhas e ações que dão contribuição para a redução do impacto social”, explica o deputado.

Dentro os projetos sociais promovidos pelo clube, Isaltino Nascimento pontua, na justificativa da proposta, o “Adote um pequeno torcedor”, considerado o primeiro programa social apoiado por um time de futebol, que teve como objetivo estabelecer laços familiares para dezenas de crianças que residem em abrigos.

“Outro projeto relevante e de grande repercussão foi o Fãs Imortais, incentivando a doação de órgãos no Estado de Pernambuco”, ressalta o deputado.

Da mesma linha social, foi criado o programa “Ingressos do bem”, que buscou arrecadar alimentos doados por torcedores no momento da compra do ingresso.

O parlamentar citou ainda, na sua justificativa, o projeto “Mães Segurança”, que buscou resguardar a paz nas arquibancadas, através das mães dos torcedores. O clube levou 30 mães uniformizadas para inibir que seus filhos brigassem no estádio.

Isaltino exemplifica que a atuação do clube é relativa a atividades voltadas para a educação física e a prática dos desportos, especialmente o futebol, a promoção de reuniões sociais, culturais e cívicas sempre envolvendo o interesse da coletividade.

São diversos projetos que buscam o fortalecimento das políticas e serviços públicos que foram implementados pelo clube.

“O Sport deve ser enquadrado como uma associação de utilidade pública para que possa dispor dos benefícios e, a partir daí, ampliar a sua atuação nos projetos sociais. O Sport presta diversos serviços à sociedade pernambucana. Quadras esportivas e piscinas do clube são utilizadas por meio de parcerias com os governos Municipal e Estadual e pela comunidade que vive no entorno da Ilha do Retiro, por exemplo", destacou Nascimento.

Presidente da Comissão de Administração, o deputado Lucas Ramos (PSB) disse esperar "que projetos similares a este relativos a outros clubes do Estado também possam ser apresentados".

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

FAMILIARES E AMIGOS SE DESPEDEM DO RADIALISTA AGNALDO SILVA

PARA RECORDAR. MATÉRIA QUE FIZ COM AGNALDO SILVA EM 2014

Deputado fala sobre necessidade de movimento jurídico para barrar privatização da Eletrobras

DISTRITO DE PÃO DE AÇÚCAR É DESTAQUE EM REPORTAGEM DO SBT POR CAUSA DA VIOLÊNCIA

PRUDÊNCIO GOMES: "ESTOU À DISPOSIÇÃO DO POLO DE CONFECÇÕES"