Célia Sales é eleita prefeita de Ipojuca

Do Diario de Pernambuco

Candidata do PTB derrotou o adversário e ex-prefeito Carlos Santana (PSDB) na disputa que ocorreu neste domingo

Candidata do PTB derrotou o adversário e ex-prefeito Carlos Santana (PSDB) na disputa que ocorreu neste domingo. Foto: Nando Chiappetta/DP

A candidata Célia Sales (PTB) derrotou o adversário Carlos Santana (PSDB) na eleição suplementar que definiu quem será o novo prefeito de Ipojuca. A petebista teve 31.010 votos (55,20% dos votos válidos), enquanto o tucano somou 23.925 votos (42,58% dos votos válidos). Olavo Aguiar (PMN), que também estava na disputa, teve 1.247 votos (2,22% dos votos válidos). A abstenção foi de 12,45%.

Desde janeiro, a cidade vinha sendo administrada por um prefeito interino: Irmão Ricardo (PTC), presidente da Câmara dos Vereadores de Ipojuca. Célia é dona de casa, possui 52 anos e vai exercer seu primeiro cargo executivo.

A eleição suplementar foi realizada em meio a um clima de tensão e princípio de tumulto. As militâncias dos dois principais candidatos que rivalizaram na disputa, Célia Sales (PTB) e Carlos Santana (PSDB), posicionaram-se em vários locais do município e marcaram presença massiva no pátio da feira da cidade vestidas na cores (amarelo e branco) das respectivas campanhas gritando gritos de guerra. 

Na eleição ocorrida em outubro de 2016 o empresário Romero Sales (PTB), esposo de Célia Sales, venceu a eleição para Carlos Santana, mas sua vitória foi anulada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por abuso de poder econômico. Impedido legalmente, Sales aposta todas as fichas na campanha de sua esposa Célia, que é dona de casa. Além do senador Armando Monteiro e do apoio do ex-presidente Lula, que chegou a gravar um vídeo em favor da petebista, Célia Sales contou ainda com o apoio dos deputados federais Sílvio Costa (PTdoB) e Ricardo Teobaldo (PTN).

O ex-prefeito Carlos Santana (PSDB) tentava a reeleição com o apoio do governador Paulo Câmara (PSB), que não foi ao município fazer campanha em prol do tucano. Neste domingo, seu chefe de gabinete, João Campos, filho do ex-governador Eduardo Campos passou o dia ao lado de Santana.

Na avaliação da candidata Célia Sales (PTB), Ipojuca é uma da das cidades mais ricas do estado, porém está desorganizada estruturalmente e administrativamente. “Temos receita, o que falta é gestão”, criticou a petebista durante a campanha.

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

PROJETO PARA QUE AS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE TENHAM O HORÁRIO ESTENDIDO ATÉ AS 20 HORAS É APROVADO NA CÂMARA DE VEREADORES

BRUNO ARAÚJO: 'ESTOU PRONTO PARA ACEITAR ESSA MISSÃO'

Feira do Sítio Cacimba de Baixo movimenta a Zona Rural de Santa Cruz do Capibaribe

MARÍLIA ARRAES NESTA QUINTA-FEIRA EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

"FICA EU E O TAMBORETE"