Destinos, por Dário Gomes

PASTOR DÁRIO GOMES*
Seria o homem capaz de mudar o seu próprio destino?

Existem pessoas que lamentam por ser aquilo que são ou por estar onde estão. Ao reclamar da vida apontam a vida de outrem, lamentando de sua própria sorte. Já ouvi alguém dizer: Fulano nasceu com uma estrela, tudo que faz dá certo, mas eu sou um coitado, tive a sina de ter nascido assim e assim vou morrer. E nessa lamúria vivem até a morte chegar.

Mas isso é destino ou consequência? Há de se ponderar muitas coisas antes de darmos uma resposta plausível. Alguns fatores podem levar uma pessoa a ter um destino já programado. Dentre eles poderemos citar: Desânimo, comodismo, preguiça, falta de objetivos, teimosia, enfermidades, entre outros.

Há os que são brutos, nunca estão bem e têm o prazer de demonstrar sua insatisfação aos que estão por perto, quando são coagidos a mudar, sempre dizem: Eu nasci assim, eu cresci assim, e sou mesmo assim, vou ser sempre assim, vou morrer assim. (Trecho da música para o personagem Gabriela (Rede Globo). Como tendo uma arma de defesa, geralmente são pessoas carrancudas, com semblante de poucos amigos, não se socializam, vivem seu próprio modo de ser, como alguém que não tem que dar satisfação a ninguém. 

É possível mudar o curso da nossa história a partir do momento em que mudamos o nosso modo de pensar acerca do que somos e do que podemos ser ou fazer. Se continuarmos da mesma maneira, nada mudará e o nosso destino já estará traçado. Se mudarmos, nosso destino poderá mudar.

Damos o exemplo de uma pessoa que abre um comércio e com muita dificuldade vai tentando sobreviver, até fazer um curso de aperfeiçoamento naquilo que quer atingir ou conquistar, a mudança logo é notada. E o resultado logo vem em seguida. O que ouve foi somente a forma de se ver ou pensar. A mudança de postura do comerciante faz o comércio melhorar.

Há algumas exceções? Sim, obviamente que há, porém na maioria das vezes somos responsáveis pelo nosso próprio destino, a escolha é nossa.

Já vi pessoas que não tiveram oportunidades nem apadrinhamento e conquistaram muito a ponto de saírem do nada e tornarem-se muito prósperos, mas também vi também muitos que nasceram com a oportunidade batendo à porta e não quiseram aproveitá-la, e grande foi o prejuízo. Quem traçou esses destinos? Eles mesmos.

A escola da vida nos dá diretrizes para tudo quanto quisermos ser ou fazer. Por vezes escolhemos porque queremos satisfazer o nosso ego, outras vezes porque somos obrigados, em outras porque queremos simplesmente, sempre dependendo de nossa postura. Vivemos em um mundo competitivo e muitos têm se perdido por causa da sua própria decisão. Eu posso ser insuportável ou agradável e isso não me fará ser mais rico ou mais pobre, porém poderá abrir-me portas ou fecha-las para sempre. 

Li o livro “Conto de Natal” de Dickens e nele o personagem por nome Scrooge é confrontado consigo mesmo a fazer uma reflexão de suas próprias atitudes e por último lhe é mostrado qual o seu fim, se continuar da mesma forma. Scrooge então toma uma posição e salva sua vida mudando totalmente seu jeito de ser e agir. Vale a pena ler e conhecer todo o enredo.

Assim é nossa vida, precisamos sonhar e buscar a realização desses sonhos. Nunca desistir. É necessário entendermos que muita coisa depende de nós. 

Ler, se atualizar, conhecer novos horizontes, cercar-se de pessoas dignas, fazer as coisas direito, respeitar o próximo, ser agradável, ser pontual, atender seus compromissos, se aperfeiçoar na profissão, são posturas que levam ao sucesso, ao passo que o contrário disso tudo conduz ao fracasso.

A vida continua e nós passamos por ela muito rápido e nesse pouco tempo que temos precisamos fazer escolhas e essas escolhas definirão todo o nosso destino

Um abraço e até a próxima, se Deus permitir.

*Dario Gomes de Araujo é Evangelista da Igreja Assembleia de Deus e atualmente é gestor na cidade de São José do Egito

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

Bartol Neves assumirá mandato em Brejo da Madre de Deus

PROJETO PARA QUE AS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE TENHAM O HORÁRIO ESTENDIDO ATÉ AS 20 HORAS É APROVADO NA CÂMARA DE VEREADORES

BRUNO ARAÚJO: 'ESTOU PRONTO PARA ACEITAR ESSA MISSÃO'

MARÍLIA ARRAES NESTA QUINTA-FEIRA EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

"FICA EU E O TAMBORETE"

Feira do Sítio Cacimba de Baixo movimenta a Zona Rural de Santa Cruz do Capibaribe