A carne podre e a podridão da carne, por Dário Gomes*

DÁRIO GOMES
O que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca, isso é o que contamina o homem. (Jesus Cristo)

Estamos vivenciando a cada dia a banalização da carne, o corpo, que deveria ser algo que redundasse para a honra do homem (ser humana) e para a glória de Deus, é usado para vergonha e promiscuidade. Nosso corpo deve ser o templo de Deus e morada do Espírito Santo, porque o corpo não foi feito para o pecado. 

Uma das maiores preocupações do mundo hodierno é a satisfação carnal, onde o corpo nada mais é que um instrumento de satisfação, onde até crianças são instruídas ou incentivadas a terem suas experiências com coleguinhas. Onde a religião, que busca o bem estar das pessoas e uma melhor aproximação a Deus, é tomada como comportamento anormal e retrógrado e as influências carnais como normais e atuais. Num país que se diz cristão, o cristianismo está em segundo plano e as influências de uma sociedade, que não tem compromisso com Deus, tomam os lugares mais sublimes. Onde o homem de bem e respeitoso pai de família é ridicularizado por assim ser, enquanto um outro que vive defendendo a imoralidade e prega a flagelação da família é tratado de “Vossa Excelência”.

A carne é fraca: Expressão bíblica que nos faz entender o quanto somos dependentes de Deus e o quanto necessitamos estar em comunhão com Deus para podermos vencer os ímpetos carnais. A vigilância nos leva a fugir dos momentos e locais que podem nos levar ao pecado, a oração nos une a Deus para termos forças para vencermos esses ímpetos. No Getsêmani, aproximando-se o momento mais cruciante da vida de Cristo, Ele convoca seus discípulos a orarem, a fim de poderem vencer a si mesmos, em meio a tudo quanto iriam enfrentar. Mateus 26:41 - Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca.

Mateus 15:10, 11 - E, chamando a si a multidão, disse-lhes: Ouvi, e entendei: O que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca, isso é o que contamina o homem.

Mateus 15: 15 a 20 - E Pedro, tomando a palavra, disse-lhe: Explica-nos essa parábola. Jesus, porém, disse: Até vós mesmos estais ainda sem entender? Ainda não compreendeis que tudo o que entra pela boca desce para o ventre, e é lançado fora? Mas, o que sai da boca, procede do coração, e isso contamina o homem. Porque do coração procede os maus pensamentos, mortes, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias. São estas coisas que contaminam o homem; mas comer sem lavar as mãos, isso não contamina o homem.

A preocupação dos homens da época de Cristo era por causa de um ritual em lavar mãos para purificação do corpo, e não por higiene, ao que o Senhor combateu com veemência. Da mesma forma muitos se preocupam com a estética do corpo, com o bem estar pessoal, com a apresentação de um corpo sadio e se esquece de que Deus quer mesmo é a santificação do corpo , e essa santificação, no corpo, é fruto de um espírito forte diante de Deus, afinal há uma guerra constante entre corpo e espírito, um dos dois com certeza vencerá. 

Gálatas 5:16-25 - Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne. Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis. Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei. Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia, Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.

Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra estas coisas não há lei. E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências. Se vivemos em Espírito, andemos também em Espírito. 

A Palavra de Deus ainda adverte: I Corintios 6:13 - Os alimentos são para o estômago e o estômago para os alimentos; Deus, porém, aniquilará tanto um como os outros. Mas o corpo não é para a prostituição, senão para o SENHOR, e o SENHOR para o corpo.

I Corintios 3:16-17 - Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo.

Cuidemos de nossa vida diante de Deus, afastando nosso corpo de tudo que venha a nos tirar da presença de Deus, quanto a carne podre que se vendem nos grandes centros, não sei, pois sou nordestino e moro no sertão de Pernambuco e aqui a gente compra carne no açougue público, carne fresquinha, não industrializada, é como dizia nossos pais sertanejos: Carne verde de verdade.

Um abraço e até a próxima, se Deus permitir.


*Dário Gomes de Araujo é Evangelista da Igreja Assembleia de Deus e atualmente é gestor na cidade de São José do Egito

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

CANDIDATURA AVULSA. GEO CALDAS PODE SE LANÇAR CANDIDATO A PRESIDENTE

JUNIOR DE SINDÔ SERÁ VELADO NA CÂMARA DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

COMPOSIÇÃO DA CÂMARA PODE PASSAR DE 17 PARA 10 VEREADORES, EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

VEREADOR E ESPOSA SÃO ASSALTADOS EM FRENTE A RÁDIO, NA CIDADE DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

DISTRITO DE PÃO DE AÇÚCAR É DESTAQUE EM REPORTAGEM DO SBT POR CAUSA DA VIOLÊNCIA