Para Silvio Costa, Pernambuco precisa de um líder

Deputado federal critica a postura do governador Paulo Câmara

Por: Márcio Didier
Do Blog da Folha


Silvio Costa afirma que Armando Neto será candidato ao 
Governo e defende que a aliança com o PT seja mantida 
Foto: Rogério França/Folha de Pernambuco

Vice-líder da oposição ao governo do presidente Michel Temer na Câmara, o deputado federal Silvio Costa (PTdoB) também tem artilharia bem calibrada quando mira a gestão do governador Paulo Câmara (PSB). Ao analisar o atual cenário de Pernambuco, ele afirma que o Estado “precisa de um líder”, acrescentando que o socialista não vem cumprindo esse papel.

“Sobre Paulo Câmara, ele tem aquele leiaute de bonzinho, mas não é líder. A marca do Governo do PSB é o do endividamento do Estado. É a marca do atraso no pagamento dos fornecedores. É a marca de não honrar as promessas. Veja que ele dizia no guia eleitoral: que iria duplicar o salário dos professores em quatro anos. Ele fez isso? Ele não fez”, disparou Silvio Costa, em entrevista à Rádio Folha FM, 96,7.

Relembrando as eleições para o Governo em 2014, Silvio afirmou que até o acidente aéreo que provocou a morte do ex-governador Eduardo Campos, o senador Armando Monteiro Neto (PTB) liderava com folga a eleição.

“Quando ocorreu aquela fatalidade com o ex-governador, Armando liderava por 47% a 11%. Aí houve a comoção e o senador perdeu. Pernambuco, naquele momento, perdeu uma grande oportunidade de ter um líder nacional à frente deste Governo”, alfinetou Silvio Costa.

O parlamentar afirmou não ter dúvidas de que, em 2018, quando começarem os debates pelo Governo, o senador mostrará que é profundamente preparado, principalmente neste momento que Pernambuco “está precisando de um líder”.

Indagado se Armando Neto será mesmo candidato ao Governo, e não ao Senado, como comenta-se nos bastidores, Silvio reafirmou a postulação do líder petebista ao Governo, refutando a tese de reeleição ao Senado. “Quem diz são os adversá.. Primeiro por que “dizem” é uma oração sem sujeito. Quem diz isso é porque não conhece. O senador Armando Monteiro é candidato a governador de Pernambuco”.

Indagado sobre possíveis parceiros de aliança, Silvio afirmou que Armando Neto tem que procurar uma aliança com o PT.

“Nós precisamos ampliar o diálogo com o PT. Claro que o senador, como candidato ao Governo tem que conversar com todas as forças. PSDB quer conversar, ele conversa. DEM quer conversar... Ele tem que usar o verbo aglutinar. Mas o PT é fundamental nesse processo de construção da candidatura do senador Armando Monteiro. Eu defendo o tempo todo isso. Houve um momento em Minas Gerais que PT e PSDB se uniram. Por que isso não pode acontecer aqui em Pernambuco?”, indagou.

Mirando uma vaga para o Senado, ao ser questionado sobre a chapa dos sonhos para 2018, Silvio afirmou ser muito cedo.

“A única decisão que está tomada é que não serei candidato à reeleição. Já fui vereador do Recife por três mandatos, eu fui deputado estadual e estou no meu terceiro mandato de deputado federal. E eu não sou candidato a mais um mandato de federal. O deputado Silvio Costa Filho tomou a decisão e será candidato. É evidente que vou tentar construir, na política, uma candidatura ao Senado”, afirmou, acrescentando que, se não conseguir o Senado, faz mistério. "Você tá querendo saber demais".

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

Bartol Neves assumirá mandato em Brejo da Madre de Deus

Depois de fazer críticas a Paulo Câmara, Lula senta à mesa com o governador

Bitcoin só perde para o Magazine Luiza em valorização em 2017

Líder do PT confirma nome de Marília Arraes em 2018 e diz que Fernando Filho não tem chance