DO BLOG DO BRUNO MUNIZ: ENTREVISTA COM FERNANDO ARAGÃO

Diário News – "Eu lidero de uma maneira, José Augusto de outra", se posiciona Fernando Aragão

Por Bruno Muniz
Foto: Eliton Araújo (Agreg Imagem)

Na manhã desta quarta-feira (15) o programa Diário News (Santa Cruz FM – 98,5) recebeu o ex-vereador Fernando Aragão, do PTB. O político que também foi candidato a prefeito em Santa Cruz do Capibaribe falou sobre a sua atual posição de carreira e também das últimas eleições municipais.

Fernando Aragão afirma que a última eleição foi satisfatória para o mesmo apesar do desgaste, cenário que o mesmo atribuiu as divisões no grupo e ao processo de escolha do seu vice, sendo na ocasião o empresário Cleiton Barbosa (PTN).
 "Comecei a campanha do ano passado com dificuldades com o grupo político, desacreditado. Queira ou não, haviam divisões. Foi um desafio juntar todas essas peças. Para mim foi muito importante e um aprendizado grande, de vália, porque daí a gente conseguiu mostrar para as pessoas, e hoje elas confiam, que é possível quando se une, quando se quer", disse o ex-vereador.
Sobre as constantes especulações de que estaria assumindo a liderança do partido oposicionista em Santa Cruz do Capibaribe, Fernando destacou que não observa a situação por esse ponto de vista, mas não negou que as peças posicionem-se conforme as necessidades do grupo.
 "Essa questão de liderança, eu acho que todos nós temos o nosso ponto de liderança. Eu lidero de uma maneira, José Augusto lidera de outra, Carlinhos e Ernesto estão aí e também lideram de outra maneira. Cada vereador lidera de sua maneira", sustentou o político afirmando ainda que o acordo feito para formação de chapa com a liderança do partido será mantido.
Foto: Eliton Araújo (Agreg Imagem)

Fernando falou ainda sobre a situação do atual prefeito, Edson Vieira (PSDB). Segundo o petebista, a justiça analisará o caso e o mesmo de maneira branda. O mesmo ainda disse acreditar que haverá punição mediante ao suposto esquema ilícito que resultou no bloqueio de bens do gestor.
 "Edson já lutou para desbloquear, já tentou de um jeito, já tentou de outro. Acho que agora ele se aquieta, porque de um milhão e seiscentos de bens bloqueados vai para seis milhões. Eu acredito sinceramente, não sei se hoje, se amanhã, se daqui há um ano, ou dois anos, mas essas eleições (2016) vão ser apuradas, e eu tenho certeza absoluta que ele (Edson Vieira) perde", concluiu o político.
O ex-vereador também falou sobre outros temas, como o possível surgimento de uma terceira via partidária e sobre possíveis conversas com membros do PCdoB em Pernambuco, além do atual quadro de vereadores da Casa Dr. José Vieira de Araújo. Confira a entrevista completa (incluindo bastidores):

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

FAMILIARES E AMIGOS SE DESPEDEM DO RADIALISTA AGNALDO SILVA

PARA RECORDAR. MATÉRIA QUE FIZ COM AGNALDO SILVA EM 2014

Deputado fala sobre necessidade de movimento jurídico para barrar privatização da Eletrobras

DISTRITO DE PÃO DE AÇÚCAR É DESTAQUE EM REPORTAGEM DO SBT POR CAUSA DA VIOLÊNCIA

PRUDÊNCIO GOMES: "ESTOU À DISPOSIÇÃO DO POLO DE CONFECÇÕES"