Postagens

Mostrando postagens de Agosto 11, 2016

CUNHA PROVA QUE CONTINUA MANDANDO NO PAÍS

Imagem
Depois de comandar o golpe parlamentar, deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) conseguiu colocar de joelhos o interino Michel Temer e seu sucessor na Câmara, Rodrigo Maia; Cunha mandou avisar que não admite ser cassado; para ele, Temer e os partidos que apoiam o seu governo lhe devem gratidão por ter deflagrado o golpe; caso seja ignorado, ameaça reagir; não é a toa que a votação da sua cassação ficou para 12 de setembro, após o impeachment e numa segunda-feira, dia de quórum fraco; para o jornalista Kennedy Alencar, adiar a votação sobre Cunha "mostra que o governo e boa parcela da Câmara temem segredos que Cunha possa tornar públicos" e "uma clara articulação para facilitar a vida do ex-presidente da Câmara"
247 - O deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB) mandou avisar que não admite ser cassado. Admite menos ainda ser enviado para casa antes do impeachment da presidente eleita Dilma Rousseff. Em privado, Cunha diz que Michel Temer e os partidos que apoiam o se…

Parabéns Estudantes !

Imagem

Dia do Advogado: conheça as várias especialidades do direito e para que servem

Imagem
Profissional presente nas mais diversas áreas, o advogado dá suporte à pessoa física ou empresa.
O Dia do Advogado é comemorado anualmente no dia 11 de agosto. A data foi escolhida como homenagem à criação dos dois primeiros cursos de direito no Brasil, em 1827, por D. Pedro I: Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, em São Paulo; e a Faculdade de Direito de Olinda, em Pernambuco. O Direito é a ciência das normas que regulam as relações entre os indivíduos na sociedade, quando essas relações não funcionam dentro das normas estabelecidas, entra o trabalho do advogado, que é o de nortear e representar clientes em qualquer instância, juízo ou tribunal.
No direito administrativo, por exemplo, o advogado atua de forma consultiva e contenciosa. “Podemos trabalhar com licitações públicas, por exemplo, além de contratos administrativos, concessão de serviços públicos e parcerias público-privadas”, explica Alexandre Cardoso, representante da Bento, Muniz e Monteiro Advocacia no Recife e …

Flávio Leandro - Chuva de Honestidade, Com Cícero Mendes e Chico Justino

Imagem
Flávio Leandro
Quando o ronco feroz do carro pipa, cobre a força do aboio do vaqueiro Quando o gado berrando no terreiro, se despede da vida do peão Quando verde eu procuro pelo chão, não encontro mais nem mandacaru Dá tristeza ter que viver no sul, pra morrer de saudades do sertão
Eu sei que a chuva é pouca e que o chão é quente, Mas, tem mão boba enganando a gente, secando o verde da irrigação Não! Eu não quero enchentes de caridade, só quero chuva de honestidade Molhando as terras do meu sertão
Eu pensei que tivesse resolvida, essa forma de vida tão medonha Mas, ainda me matam de vergonha, os currais, coronéis e suas cercas Eu pensei nunca mais sofrer da seca, no nordeste do século vinte e um Onde até o voo troncho de um anum, fez progressos e teve evolução
Israel é mais seco que o nordeste, no entanto se veste de fartura Dando força total à agricultura, faz brotar folha verde no deserto Dá pra ver que o desmando aqui é certo, sobra voto, mas falta competência Pra tirar das cacimba…

Rodrigo Maia marca sessão que decide cassação de Cunha para 12 de setembro

Imagem
Pedro Ladeira/Folhapress  DÉBORA ÁLVARES
JOHANNA NUBLAT
DA FOLHA DE SÃO PAULO

Quase um mês depois de ter sido eleito para a presidência da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) anunciou nesta quarta-feira (10) a data da votação definitiva do parecer que pede a cassação do mandato do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
Cedendo à pressão de aliados do peemedebista e do Palácio do Planalto, Maia definiu que a votação em plenário acontecerá em 12 de setembro –uma segunda-feira, dia em que há poucos parlamentares presentes no Congresso.
Uma votação esvaziada beneficia Cunha, já que a cassação de seu mandato só se dará com o apoio de pelo menos 257 dos seus 512 colegas. Ausências e abstenções nessa votação, que é aberta, contam a favor do peemedebista.
Os últimos cinco processos de cassação, por exemplo, foram votados ou em uma quarta (4) ou em uma terça (1).
Diante do temor de que Cunha promova retaliações caso seja cassado, aliados de Temer queriam que essa votação só ocorresse após o fim…

Mitos e verdades sobre a carteira de habilitação

Imagem
iCarros
Redação / Foto: Divulgação

© Redação / Foto: Divulgação Mitos e verdade sobre a carteira de habilitação

O uso da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ainda gera dúvidas por parte dos brasileiros. Muitos não sabem, por exemplo, que têm até 30 dias após a data de validade para renovar o documento. Ou que não é permitido dirigir portando o Boletim de Ocorrência em caso de roubo ou furto. Pensando nisso, o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) elaborou uma lista com os mitos e verdades que envolvem a carteira de motorista. 
O condutor pode dirigir com a CNH vencida por até 30 dias. 
VERDADE. A legislação federal de trânsito permite que o motorista conduza normalmente por até 30 dias corridos após o seu vencimento, sem o risco de ser multado por portar documento fora da validade. 
A renovação da Carteira Nacional de Habilitação é obrigatória mesmo que o cidadão não dirija. 
MITO. Só quem faz uso da habilitação para conduzir veículo precisa renová-la. 
Se a habilit…

DEPOIS DO GOLPE, CONGRESSO FARÁ SUA PRÓPRIA ANISTIA

Imagem
Se o impeachment da presidente eleita Dilma Rousseff vier mesmo a ser confirmado no fim de agosto, a Câmara e o Senado passarão a discutir, em regime de urgência, um projeto que beneficia mais de 200 parlamentares: a anistia geral aos envolvidos na Operação Lava Jato; a tese que vem sendo construída é a de que o crime de caixa dois seria diferente da propina disfarçada como doação eleitoral; assim, os deputados e senadores ficariam livres das delações de empresários como Marcelo Odebrecht e Léo Pinheiro (OAS), bem como do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que disse a um delator sustentar financeiramente mais de 200 parlamentares; a questão é combinar esse acordão, que tem o apoio de Renan Calheiros (PMDB-AL), Rodrigo Maia (DEM-RJ) e do interino Michel Temer, com o resto da sociedade
247 – Se o impeachment da presidente eleita Dilma Rousseff vier mesmo a ser confirmado no fim de agosto, a Câmara e o Senado passarão a discutir, em regime de urgência, um projeto que beneficia mais de 20…