Postagens

Mostrando postagens de Março 4, 2016

Tecnicamente, nada disso era necessário, diz professor de Direito da USP sobre condução de Lula

Imagem
Por Lilian Venturini  Nexo Jornal
Medida adotada pela Polícia Federal para ouvir Lula no âmbito da Lava Jato desrespeita o procedimento usual, na avaliação de Alamiro Velludo Salvador Netto, professor livre docente de Direito Penal da USP FOTO: PAULO WHITAKER/REUTERS AGENTES DA PF EM FRENTE AO PRÉDIO EM QUE LULA MORA, EM SÃO BERNARDO 
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi “conduzido coercitivamente” por agentes da Polícia Federal na manhã desta sexta-feira (4), na 24ª etapa da Operação Lava Jato. “Condução coercitiva” é quando um investigado é obrigado a depor e pode ser levado por policiais.
A ação da PF foi classificada como desnecessária, “ilegal” e “arbitrária” pelo Instituto Lula. Em nota, o instituto afirma que o ex-presidente já havia prestado esclarecimentos de forma espontânea em quatro inquéritos policiais, entre eles apurações da Lava Jato. “Todas as vezes que o presidente Lula foi convocado a depor, ele o fez. É um espetáculo político”, afirmou o presidente nacional …

Lula vai à sede do PT após prestar depoimento na Polícia Federal

Imagem
Ex-presidente diz a militantes: "Show midiático vale mais que apuração séria. Não devo e não temo" MP diz que Lula "recebeu valores oriundos do esquema Petrobras". 
Do El País

Ex-presidente Lula, na sede do PT após depor na Polícia Federal. NELSON ALMEIDA AFP
O ex-presidente Lula da Silva é o principal alvo da 24ª fase da Operação Lava Jato. Agentes da Polícia Federalchegaram ao seu apartamento em São Bernardo do Campo por volta das 6h para cumprir ordem de busca e apreensão emitida pelo juiz Sérgio Moro. Além disso, Lula foi alvo de um mandado de condução coercitiva, quando o investigado é obrigado a depor, e foi levado para a sede da PF no aeroporto de Congonhas.
O filho do ex-presidente, Fábio Luiz da Silva, o Lulinha, também é investigado. Segundo a PF a nova etapa da Lava Jato, batizada de Aletheia, referência à entidade grega ligada à ´busca da verdade´, tem relação com os crimes de corrupção e lavagem de dinheiro relacionados ao escândalo da Petrobras. Lula …

VEREADOR MORICA DIZ QUE SUA PRIORIDADE É ELEGER LUCINHA NA ELEIÇÃO DE OUTUBRO

Imagem
O vereador José Edimilson, mais conhecido como “Morica” do PSL de Toritama, em entrevista ao radialista Jairo Gomes do programa Cidade em Foco afirmou que, a sua prioridade para a eleição do próximo ano, será eleger a vice-prefeita Lúcia Pereira (PSDB) ao cargo de prefeito da Capital do Jeans.
De acordo com o Parlamentar, ele foi um dos primeiros que acreditou no potencial de Lucinha e desde então, iniciou os trabalhos em prol da pré-candidatura Tucana.
“Isso vem ganhando corpo, hoje nós estamos com o grupo coeso, um grupo forte e unido, partimos na frente, já que conseguimos unir dois grupos fortes e formamos apenas um, que é o grupo do ex-prefeito Flávio Lima juntamente com o nosso e isso nos fortaleceu”, destacou. Na ótica do oposicionista ao governo do prefeito Odon Ferreira (PSB), Toritama vive nos dias atuais, um momento de euforia e que o povo começou a perceber que a Vice-Prefeita é a pessoa mais indicada para administrar o município a partir de 2017.
Questionado como fica su…

WADIH DAMOUS: ‘LULA FOI SEQUESTRADO POR MORO’

Imagem
Com a autoridade de quem presidiu a OAB do Rio de Janeiro, o deputado federal e advogado Wadih Damous (PT-RJ) diz que a ação da Polícia Federal nesta sexta-feira 4 contra o ex-presidente Lula "não foi condução coercitiva, foi um sequestro perpetrado pela PF a mando do juiz da Lava Jato"; "Condução coercitiva acontece quando alguém intimado a depor perante o juiz não comparece. Lula jamais se negou a depor sequer foi intimado", publicou o parlamentar no Twitter; "Lula jamais foi intimado a depor até porque juiz Moro não é competente p/ apurar os fatos relativos a Atibaia e a um triplex do guarujá", completou Damous, afirmando que "está em curso um golpe de estado"
247 - O advogado e deputado federal Wadih Damous (PT-RJ), ex-presidente da OAB do Rio de Janeiro, afirmou nesta sexta-feira 4 que a ação da Polícia Federal contra o ex-presidente Lula "não foi condução coercitiva, foi um sequestro perpetrado pela PF a mando do juiz da Lava Jato&quo…

TOCO ARTESANATOS

Imagem

POLÍCIA FEDERAL FAZ OPERAÇÃO NA CASA DO EX-PRESIDENTE LULA

Imagem
Pela 24ª fase da Operação Lava Jato, Polícia Federal realiza na manhã desta sexta-feira (4) ação no prédio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em São Bernardo, e de seu filho Fábio Luis Lula da Silva, conhecido como Lulinha, em Moema; há também agentes da PF no Instituto Lula, no bairro Ipiranga, e na Odebrecht, na marginal Pinheiros; Lula está sendo conduzido coercitivamente para depor, assim como o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamoto; mandados também são cumpridos em sítio de Atibaia e imóvel do Guarujá, ligados à família Lula, além de Santo André e Manduri; ação foi batizada de “Aletheia” em referência a uma expressão grega que significa “busca da verdade”; no total, cerca de 200 agentes da PF e 30 auditores da Receita Federal cumprem 44 mandados judiciais, sendo 33 mandados de busca e apreensão e 11 de condução coercitiva no Rio de Janeiro, em São Paulo e na Bahia
247 - Pela 24ª fase da Operação Lava Jato, Polícia Federal realiza na manhã desta sexta-feira (4) ação…

Pastor Eurico espera decisão da justiça para votar contra Cunha

Imagem
Do Blog da Folha
Decisão do socialista é motivada pelo julgamento do STF (Foto: André Nery/Arquivo Folha)
Deputado federal pelo PSB, Pastor Eurico admitiu que votará a favor da perda do mandato do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), caso a decisão do Conselho de Ética seja retificada pelo plenário da Casa. A votação seria aberta e, para não perder o cargo, o peemedebista precisaria de 257 votos de seus 512 colegas.
A decisão do socialista também é motivada pelo julgamento do Superior Tribunal Federal que nesta quarta-feira (2) sinalizou por seis votos a zero que irá transformar Eduardo Cunha (PMDB) em réu em função de denúncias de corrupção apuradas pela Lava Jato. Lembrando que os dois processos, do Conselho de Ética e do STF, ocorrem paralelamente, mas uma condenação do órgão judiciário pode dar celeridade ao trâmite na Casa Legislativa. “Se ele for condenado culpado, voto contra ele na hora”, disse.
“Se for comprovado eu voto contra ele. Não importa se é Eduardo Cunha, Zé B…