Eleição em Caruaru pode marcar nova aliança do PTB e PSDB para isolar socialistas em 2018?



por Jamildo

Nomes da política pernambucana e nacional estiveram presentes, na noite de quinta-feira (27), para acompanhar a candidata a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), numa caminhada no bairro do Salgado e mostrar apoio para a candidata. Antes da caminhada, foi promovido um jantar na casa do ex-governador João Lyra Neto para os convidados.

O ato contou com a participação do ministro das Cidades Bruno Araújo; do senador Armando Monteiro; dos deputados estaduais Priscila Krause, Terezinha Nunes e Antônio Moraes; dos deputados federais Daniel Coelho, Betinho Gomes e Silvio Costa; do vice-presidente do PSB, Luciano Vasquez; dos prefeitos de Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes; de São Bento do Una, Débora Almeida; de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira; de Taquaritinga do Norte, Evilázio; e do prefeito eleito de Gravatá, Joaquim Neto.

“Um gestor não faz nada sozinho e por isso estamos com um palanque cheio de gente boa. Nossa candidatura independente, que incomoda tanto o outro lado, está focada somente no interesse de nossa gente”, frisou.

O ministro Bruno Araújo disse que Raquel Lyra pode contar com o Ministério das Cidades, em Brasília, para trazer projetos para Caruaru.

O senador Armando Monteiro falou que a candidata representa a melhor alternativa para a cidade de Caruaru.

Já companheiros deputados federais e colegas de Assembleia Legislativa disseram que Raquel faz política de forma equilibrada e competente.

“Não é atoa que Raquel é a primeira mulher presidente da Comissão de Justiça, a mais importante da Casa Joaquim Nabuco”, disse o presidente estadual do PSDB, deputado Antônio Moraes.

No bairro do Salgado, Raquel disse que sua caminhada desde a pré-campanha deu-se de forma participativa e com apresentação de propostas para o povo de Caruaru, com um investimento para a zona rural, centro e a periferia da cidade.

“Esse é um movimento de todos que busca discutir a nossa cidade. Fizemos isto desde o início da pré-campanha, fomos a cada vila, a cada bairro, da cidade e zona rural para discutir os problemas da nossa cidade ouvindo o povo. Após isso, fomos às ruas; unimos 12 partidos, reunimos um grupo de vereadores e apresentamos uma proposta de gestão democrática e participativa. Hoje, estamos aqui no segundo turno, onde falamos desde o princípio que não teríamos cores partidárias e que nosso interesse era um só, a união do povo de Caruaru”, disse Raquel.

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

Bartol Neves assumirá mandato em Brejo da Madre de Deus

PROJETO PARA QUE AS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE TENHAM O HORÁRIO ESTENDIDO ATÉ AS 20 HORAS É APROVADO NA CÂMARA DE VEREADORES

BRUNO ARAÚJO: 'ESTOU PRONTO PARA ACEITAR ESSA MISSÃO'

MARÍLIA ARRAES NESTA QUINTA-FEIRA EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

"FICA EU E O TAMBORETE"

Feira do Sítio Cacimba de Baixo movimenta a Zona Rural de Santa Cruz do Capibaribe