Programa Ganhe o Mundo abre inscrição para curso de idiomas

Vinte mil vagas estão sendo ofertadas para estudantes matriculados na rede estadual de ensino

O candidato só poderá se inscrever em um único curso e deve informar, no ato da inscrição, uma das escolas disponíveis para assistir às aulas - Foto: divulgação

JC Online

Os cursos de língua inglesa e espanhola do Programa Ganhe o Mundo (PGM) abre inscrições nesta terça-feira (5) para estudantes da rede pública estadual de ensino. As inscrições para as 20 mil vagas devem ser feitas exclusivamente pelo site do PGM.

Do total, 15 mil vagas são destinadas para o curso de línguainglesa e 5 mil para o de língua espanhola. Podem participar do processo seletivo estudantes que estejam regularmente matriculados no primeiro ano do ensino médio e enturmados no Sistema de Educação do Estado de Pernambuco (SIEPE).

O candidato só poderá se inscrever em um único curso e deve informar, no ato da inscrição, uma das escolas disponíveis para assistir às aulas. Já os estudantes do Colégio da Polícia Militar de Pernambuco, da Escola de Aplicação do Recife e das Escolas Indígenas, que realizarão as inscrições por meio do formulário manual, devem entregar o mesmo na coordenação do PGM, localizada na Rua Afonso Olindense, 1513, Várzea, Recife, apenas no dia 26 de julho.

O curso terá duração vigente de 12 (doze) meses e será dividido em dois módulos, totalizando 324 horas/aula. Os estudantes classificados no processo seletivo receberão gratuitamente um livro-texto colorido com fotos e ilustrações; livro de atividades, que será utilizado como material de apoio, e CD de áudio.

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

CANDIDATURA AVULSA. GEO CALDAS PODE SE LANÇAR CANDIDATO A PRESIDENTE

JUNIOR DE SINDÔ SERÁ VELADO NA CÂMARA DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

COMPOSIÇÃO DA CÂMARA PODE PASSAR DE 17 PARA 10 VEREADORES, EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

VEREADOR E ESPOSA SÃO ASSALTADOS EM FRENTE A RÁDIO, NA CIDADE DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

DISTRITO DE PÃO DE AÇÚCAR É DESTAQUE EM REPORTAGEM DO SBT POR CAUSA DA VIOLÊNCIA