Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 1, 2015
Imagem

Governo boicota debate sobre o Pacto pela Vida

Imagem
O Governo do Estado de Pernambuco boicotou, mais uma vez, o debate sobre o Pacto pela Vida, na manhã desta segunda (30), durante reunião pública promovida pela Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Apesar dos números alarmantes de homicídios e do convite enviado há cerca de quinze dias, a Secretaria de Defesa Social não enviou representante para o encontro, se limitando a comunicar a impossibilidade de comparecimento do secretário Alessandro Carvalho, por ofício, 15 minutos antes do início da reunião.
Para o deputado Silvio Costa Filho (PTB), líder da Bancada de Oposição, a postura é um completo desrespeito com o Poder Legislativo, com a sociedade civil e com a população. “Desde o início do ano estamos denunciando o crescimento desses números (de homicídios), mas o Governo vem evitando qualquer discussão. Estamos ainda em novembro, e já registramos 3.444 casos de assassinatos, mais do que em todo o ano passado. Nos últimos dois anos, os números da violênc…

Côrte Real: “Vamos preparar empresas de PE para entrarem na cadeia produtiva da Unilever”

Imagem
O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco, o deputado federal Jorge Côrte Real (PTB-PE), participou, nesta terça-feira (1º), de um encontro de negócios entre representantes dos setores de metal mecânica e construção civil de Pernambuco e dirigentes da Unilever. Durante a reunião, Côrte Real colocou o sistema Fiepe à disposição para capacitação e qualificação das empresas pernambucanas. O objetivo, segundo o dirigente, é inserir as corporações do Estado, sobretudo as pequenas e médias, no rol de fornecedores da futura fábrica da multinacional. A planta vai ser instalada no município de Escada, num investimento da ordem de R$ 600 milhões.
“O Sistema Fiepe está pronto para preparar e capacitar as empresas a participarem da cadeia produtiva da Unilver”, sacramentou o presidente da Fiepe. Para tanto, Côrte Real realçou que o sistema, por meio do Senai, possui duas escolas técnicas (Cabo de Santo Agostinho e Jaboatão dos Guararapes) que poderão ofertar qualificação pa…

DIA MUNDIAL DA LUTA CONTRA A AIDS

Imagem

AS URNAS ELETRÔNICAS TEM QUE SER TROCADAS DE TODO JEITO?

Imagem
Hoje vejo estampada em quase todos os veículos de comunicação de massa a manchete de que as eleições para prefeito e vereador do ano que vem podem ser feitas através de cédulas de papel se não forem liberados 200 milhões para que o TSE troque as antigas urnas eletrônicas por outras novinhas em folha com o diferencial que as novas terão a identificação biométrica.
Fico pensando aqui, porque tem que se gastar essa montanha de dinheiro, em um tempo que contigenciamento é a palavra de ordem, para que essa compra de novas urnas seja efetuada?
As urnas que até a última eleição foram usadas podem ser usadas ano que vem, sem nenhum problema. Quando houver verba suficiente que se comprem essas novas urnas com identificação biométrica.
O resto é pressão. O judiciário "perdeu" um reajuste de 70%. Será que isso tem a ver com essa "novidade"?

Brasil aumenta número de médicos, mas mantém desigualdade na distribuição

Imagem
Por Elaine Patricia Cruz 
Edição:Armando Cardoso 
Fonte:Agência Brasil
Dados do relatório Demografia Médica no Brasil 2015 indicam que cerca de 400 mil médicos atuam no Brasil. De acordo com os números divulgados hoje (30) pelos conselhos Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) e Federal de Medicina (CFM), o total de registros de médicos no país é de 432.870, mas 33.178 registros se referem a registros secundários, ou seja, são de profissionais com mais de um registro nos conselhos regionais.
A segunda inscrição ocorre quando o médico trabalha em áreas fronteiriças entre dois estados [e ele têm registro em mais de um conselho] ou quando ele muda temporariamente para fazer cursos ou especializações. Deduzidos os registros secundários, o total de médicos no país soma 399.692 profissionais.
Considerando-se o total de registros médicos no país, já que um médico pode atuar em estados diferentes, o Brasil tem, em média 2,11 médicos para cada grupo de mil pessoas. A taxa é muito próxima a …

Vendas na Black Friday aumentam 76% e ultrapassaram R$ 1,5 bilhão

Imagem
IMAGEM: Rovena Rosa/Agência Brasil
Por Bruno Bocchini - Repórter da Agência Brasil  Edição:Armando Cardoso Fonte:Agência Brasil
As vendas de produtos na Black Friday, realizada sexta-feira (27), totalizaram R$ 1,53 bilhão, 76% a mais que o registrado no mesmo dia em 2014 (R$ 872 milhões). A quantidade de pedidos feitos nas 24 horas da sexta-feira de ofertas também aumentou: foram 3,12 milhões, 49% acima do registrado no ano passado.
Os dados, divulgados hoje (30), são da consultoria Clearsale e levam em conta todas as regiões do país. A Black Friday é uma tradição norte-americana e foi promovida no Brasil pelo quinto ano consecutivo pelo portal Busca Descontos.
O preço médio dos produtos vendidos também cresceu. Em 2014, foi de R$ 416 e em 2015, R$ 492, uma elevação de 18%. São Paulo foi a cidade com maior volume de venda de produtos: R$ 194,2 milhões, seguida do Rio de Janeiro (R$ 116,6 milhões), Belo Horizonte (34,8 milhões), Brasília (32,8 milhões) e Curitiba (23,1 milhões).
Os eletr…

Governo federal anuncia plano de combate ao zika com 17 ministérios

Imagem
Da Folhapress O governo federal terá ajuda do Exército e de representantes da agência de saúde dos Estados Unidos para combater e estudar o vírus zika e complicações como a microcefalia, má-formação do cérebro de recém-nascidos. O ministro da Saúde, Marcelo Castro, anunciou nesta segunda-feira (30) um plano federal de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e do zika, que contará com a participação de 17 ministérios e do Exército a partir da próxima semana.
Dois especialistas do Centro de Controle de Doenças (CDC) dos Estados Unidos também acompanharão de perto os casos de microcefalia no Recife, capital do Estado com o maior número de casos (646). As novas ações, segundo Castro, se somam à criação de centros de Operações de Emergência da Saúde e o de informações. Ambos têm ajudado no monitoramento dos casos suspeitos em todos o país.
“Reconheço que nos últimos anos nós não vínhamos combatendo o mosquito para vencer e, por isso, estamos perdendo. Mas agora temos que mobi…