Postagens

Mostrando postagens de Novembro 15, 2015

EDSON VIEIRA FALA SOBRE FUTEBOL, SEGURANÇA E SURTO DE VIROSE EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

Imagem
As finais do Campeonato Aberto e do Campeonato Master de Futebol aconteceram no último sábado (14) no Estádio Arizão e partidas bem disputadas abrilhantaram as decisões.

O diretor de esportes Rubem Monteiro recebeu vários elogios e o que vimos foram campeonatos organizados cuja torcida prestigiou em bastante número.
O prefeito Edson Vieira estava bem satisfeito com os resultados e em entrevista contou-nos da emoção em participar como atleta do time de master que foi campeão e também falou um pouco sobre segurança e o surto de virose que assola o nosso município.
Confira a entrevista completa clicando no link abaixo: ACESSE O YOUTUBE

Parabéns Geraldo Brito. Feliz Aniversário !

Imagem
Ele cuida do Estádio Municipal Arizão como se fosse a sua casa. O nome dele é Geraldo Brito. Ontem ele completou 53 anos e coincidentemente o Arizão, depois de uma reforma, foi palco de duas finais de campeonatos de futebol. Geraldo aproveitou para comemorar junto com amigos e no melhor local do mundo para ele, que é um campo de futebol.
Depois de passar mais de 20 anos trabalhando no Ypiranga, onde por seu apelido é mais conhecido, Geraldo do Campo faz questão de dizer que é muito feliz com o trabalho que faz e deseja que o time do coração saia da situação em que se encontra.
"Passei 23 anos no Ypriranga e lá convivi com pessoas que me ensinaram muito, a exemplo de Seu Luiz, hoje sou funcionário público e cuido do Arizão e faço isso não só pelo que recebo e sim porque gosto do que faço".
Parabéns a Geraldo. Muitos anos de vida.

Dinheiro traz felicidade?

Imagem
Por Redação Super Texto Marina Bessa
Sim. Isso é o que diz o estudo publicado por Betsey Stevenson e Justin Wolfers, economistas da Universidade da Pensilvânia. Foi a primeira vez que alguém ousou desmentir o paradoxo de Easterlin, que dissocia dinheiro de felicidade. Segundo o estudo de Richard Easterlin, o pai do paradoxo, pessoas ricas costumam ser mais felizes que pessoas pobres, mas nações ricas não são mais felizes que as pobres. E mais: à medida que um país enriquece, seu povo não se torna mais feliz. Para ele, a renda relativa importa mais que a absoluta – é como dizer que o que faz você feliz não é ter um salário, mas, sim, ser o mais rico da sua turma.
Até que faz sentido. Mas Stevenson e Wolfers não se convenceram. Eles reestudaram as pesquisas feitas sobre felicidade ao redor do mundo e as relacionaram com a renda per capita, o crescimento da economia e a riqueza individual das populações. Concluíram que pessoas mais ricas são mais felizes, nações mais ricas são mais felize…