Postagens

Mostrando postagens de Setembro 21, 2015

Para enfrentar a crise na arrecadação, governo anuncia aumento de impostos em Pernambuco

Imagem
Do Diario de Pernambuco
O governo de Pernambuco anunciou, na tarde desta segunda, o “pacote da crise”. Na verdade, a gestão de Paulo Câmara divulgou o pacote de medidas para o estado enfrentar a crise num momento em que a arrecadação começa a cair. Segundo informações do secretário da Fazenda, Marcio Stefanni, o aumento de tributos como IPVA, ICMS e ICD deveram injetar nas contas do estado recursos na ordem de R$ 487 milhões a partir de 2016.
Duas das medidas preveem o escalonamento da carga tributária cobrando mais imposto de bens e veículos de maior valor. A alíquota do Imposto sobre Causa Mortis e Doação (ICD), incidente sobre a transmissão de bens móveis, imóveis ou direitos por herança ou doação, passa dos atuais 2% ou 5% para uma escala de 0% a 8%, dependendo do valor do bem. A faixa de isenção do imposto aumenta de R$ 5 mil para R$ 50 mil e passam a ser tributados com a alíquota máxima os bens acima de R$ 400 mil.
O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) tam…

PALESTRA NA CÂMARA DE VEREADORES DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

Imagem

DIA DO RADIALISTA

Imagem

Deomedes Brito (PT) na pré campanha

Imagem
O Vereador Deomedes Brito (PT) nunca escondeu de ninguém a sua preferência pela pré candidatura de Fernando Aragão e tem demonstrado isso diuturnamente. Foi um dos que lutaram para que a chapa Taboquinha fosse encabeçada pelo, segundo suas palavras, "vereador que não tem do que se envergonhar em sua história de mais de 30 anos de vida pública". 
"Ano que vem os eleitores estarão atentos e votarão naqueles candidatos que tem a ficha limpa, que não se envolveram em falcatruas e nem tiverem bens bloqueados. Esse perfil de honestidade vemos em Fernando. Outros predicados como trabalho, competência, seriedade e compromisso ele também tem. Por isso abracei essa pré candidatura e estamos nessa luta, pois nossa cidade precisa de um prefeito com essas atitudes", falou Deomedes.

Por que o MCCE parou de fazer ranking da corrupção por partido?

Imagem
Do Blog O Cafezinho
A organização Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCC) iniciou, em 2007, um levantamento dos corruptos por partido, e elaborou um ranking (página 7).
Fez uma vez só e parou. Nunca mais!
DEM , PMDB e PSDB apareciam na frente, disparado.
Até o pequenino PPS apresentou mais políticos cassados do que o gigante PT.
O PT teve menos políticos cassados por corrupção do que todos os outros grandes partidos.
A mídia, naturalmente, não deu destaque ao relatório e pressionou para que ele não fosse mais publicado.
Onde já se viu? Atrapalhar a narrativa midiática de que a corrupção é monopólio do PT?