Postagens

Mostrando postagens de Agosto 21, 2015

MUITO MAIS QUE UM ABRAÇO

Imagem

HOTEL ROTA DA MODA

Imagem

Fernando Aragão na tribuna da Câmara

Imagem
O vereador Fernando Aragão inciou seu discurso falando sobre a crise hídrica que o município atravessa. "Mais de 50% da população de Santa Cruz não tem nem os canos para poder sonhar com água. Imagine qual empresa com um porte mais elevado vai querer vir para Santa Cruz sabendo que aqui não tem água. E não adianta jogar a culpa no Governo Federal, pois a responsabilidade é da Compesa, que infelizmente nem um projeto tem, com os técnicos que ela tem, pois os técnicos deveriam prever essa crise que aí está. Que Compesa é essa? Que técnicos são esses que fizeram com que vereadores, prefeitos, deputado estadual, deputado federal ir a Brasília e nem um projeto eles tinham?”, questionou o vereador.
O parlamentar finalizou seu discurso falando de sua pré-candidatura a prefeito. "Se Deus quiser eu vou sim, ser o candidato a prefeito em Santa Cruz do Capibaribe, eu sei que não é fácil. Uma coisa eu tenho certeza, que o nome vai dar dor de cabeça vai. Eu não vou pra rua para prometer …

Ernesto Maia (PSL) na tribuna da Câmara

Imagem
O vereador Ernesto Maia, em mais um discurso, trouxe a tona o caso da KMC, onde o parlamentar afirma que todo caso partiu do gabinete do prefeito, para que hoje tenha todos os seus bens bloqueados.
“Tudo está bloqueado, para que o município não perca quase 1 milhão e 700 mil reais. Vejo o vereador Ronaldo Pacas, que fica nas redes sociais fazendo discursos, querendo comparar o caso da KMC com o caso da minha mãe. Quero dizer vereador, que um dos melhores vereadores do Recife, Izael Nóbrega, irá defender o caso da minha mãe. A nossa denúncia já está tendo resultados e caso seja condenado, o prefeito terá que devolver”.
De acordo com Ernesto, a situação em Santa Cruz do Capibaribe está feia, pois tem usado papel de rascunho para fazer impressões e receituários. Outro caso que Ernesto fez questão de chamar atenção, foi a questão da merenda, onde a professora Elieudes falou sobre a merenda, e aí vai o secretário de educação para as rádios tentar se defender.