Postagens

Mostrando postagens de Julho 7, 2015

CRIATIVIDADE – Sinal da “mão aberta” fica cada vez mais notório no cenário político de Santa Cruz do Capibaribe

Imagem
Por Jota Lima

Observando os últimos acontecimentos da politica da terra das confecções, onde um grupo de situação corre solto na corrida eleitoral para 2016 e um grupo de oposição rachado briga para realizar uma pesquisa que nomeará o candidato a prefeito, o fato que se destaca é o sinal da “mão aberta”, uma criação dos correligionários de Fernando Aragão (PROS). 
Para a mão aberta de Fernando existem os que arriscam o significado para tal gesto, uns falam que são os cinco motivos para votar em Fernando Aragão, outros acreditam que seja a mão limpa e tem aqueles Taboquinhas que acreditam que o gesto é um sinal que o experiente politico irá se passar para o grupo do prefeito Edson Vieira (PSDB). 

Mesmo com todos estes significados alguns dos fiéis seguidores de Aragão descartam qualquer possibilidade do real significado ser um dos citados, restando no meio da dúvida uma promessa que em breve o pré-candidato Fernando Aragão irá se pronunciar em relação ao gesto, o que também fica bem claro…

24 HORAS DE MOBILIZAÇÃO DA POLÍCIA CIVIL DE PERNAMBUCO

Imagem

Paulo Câmara e Douglas Cintra acertam em Brasília fortalecer o Polo de Confecções

Imagem
No gabinete de Cintra no Senado, o governador discutiu apoio ao Polo  (foto Ana Luiza Sousa)
A necessidade de se fortalecer o Polo de Confecções do Agreste numa conjuntura de desaquecimento da economia reuniu nesta terça-feira, 07.07, em Brasília, o governador Paulo Câmara e o senador Douglas Cintra (PTB-PE), em audiência no gabinete do senador. “Os interesses de Pernambuco estão acima das diferenças partidárias”, justificou Cintra.
Os dois acertaram estudar uma pauta comum de medidas dos governos federal, estadual e das prefeituras do agreste para preservar o Polo, considerado por ambos um fator importante de interiorização do desenvolvimento, segundo relato do encontro feito pelo senador caruaruense. Uma das medidas é recomeçar as obras de duplicação da BR 104 até o distrito de Pão de Açúcar, na entrada de Santa Cruz do Capibaribe.
“Houve um amplo processo de formalização dos empreendimentos do Polo, com a vigência da lei do Simples Nacional, mas ainda persistem índices elevados de info…

Manoel Ramos reconta a história de Santa Cruz do Capibaribe

Imagem
PARTE I ANTONIO BURGOS – FATO REAL, LENDA OU FOLCLORE? MAS, AFINAL, SERIA ESSA HISTÓRIA UMA LENDA, FOLCLORE OU FATO REAL?
                                               Vejamos:
DE ACORDO COM não sei quem, este seria, em resumo, a BIOGRAFIA DE ANTONIO BURGOS:
Antônio Burgos foi um fidalgo português do século XVIII, é um dos primeiros desbravadores da região do Alto Capibaribe. Segundo consta, Antônio Burgos, recém-chegado ao Recife, foi a conselho médico, levado a procurar terras de clima salubre. Então, margeando o Rio Capibaribe desde o Recife e, na confluência do riacho Tapera com o rio Capibaribe, aportou na antiga povoação existente. Sua primeira preocupação foi erguer no local uma grande cruz de madeira, a exemplo dos seus patrícios chegados ao Brasil em 1500, daí se originando o atual nome de Santa Cruz do Capibaribe. Resolvendo estabelecer-se, ergueu uma casa de taipa para sua moradia e uma capela também de taipa, onde depositou imagens sagradas que trouxera consigo inclusive um cr…

DILMA: EU NÃO VOU CAIR; NÃO ME ATEMORIZAM

Imagem
Presidente Dilma Rousseff reage às investidas 'de uma certa oposição um tanto quanto golpista' e desafia os que defendem seu impeachment a provar que ela algum dia "pegou um tostão" de dinheiro sujo: "Eu não vou cair. Eu não vou, eu não vou. Isso aí é moleza, é luta política"; ela diz respeitar o ex-presidente Lula, mas afirma não se sentir no volume morto: "Estou lutando incansavelmente para superar um momento bastante difícil na vida do país"; ela defende ainda as decisões sobre as contas de 2014, em análise no TCU: 'Eu não acho que houve o que nos acusam. É interessante notar que o que nós adotamos foi adotado muitas vezes antes de nós'; a presidente revela também que o governo prepara outras medidas fiscais para compensar as mudanças recentes feitas pelo Congresso: "Até o final do ano vou fazer o diabo para fazer a menor recessão possível. Já virei um pouco caixeiro viajante, vou continuar"
247 – A presidente Dilma Rousseff re…