Postagens

Mostrando postagens de Maio 4, 2015

Corte Especial do TJPE nega recurso da OAB contra a reeleição de Guilherme Uchoa

Imagem
Desembargadores demonstraram desconforto com declaração do presidente da OAB
Do JC Online

Guilherme Uchoa passou quatro dias afastado da Alepe Foto: Roberto Soares
A Corte Especial do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) negou por unanimidade, nesta segunda-feira (4), o recurso da Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco (OAB-PE) contra a decisão do presidente do Tribunal, o desembargador Frederico Neves, de manter o deputado estadual Guilherme Uchoa (PDT) na presidência da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe).
No dia 20 de abril, o presidente do TJPE suspendeu uma liminar dada quatro dias antes pela juíza Mariza Borges, da 3ª Vara da Fazenda Pública do Recife, que afastava Uchoa da presidência da Alepe.
A Corte Especial é formada por 15 desembargadores, que acompanharam o entendimento de Frederico Neves de que a emenda 33/2011, que impede um deputado estadual de ter três mandatos seguidos na Mesa Diretora da Assembleia, só passou a ter validade com o início dessa legislat…

Primeiras turmas de 2015 do Cidatec se formam nesta quinta-feira (7)

Imagem
Sucesso! Esta palavra define muito bem os cursos de informática que têm sido oferecido pelo Projeto de Inclusão Tecnológica e Cidadania, Cidatec Emanoel Glicério, programa que funciona por meio de uma iniciativa da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe. Os cursos oferecidos são de informática básica e avançada, além de um curso específico voltado para a Terceira Idade, onde proporciona coordenação motora e memorização. De acordo com o professor Joseilton Mecedo, os cursos têm sido muito positivos. “O curso voltado para a 3ª idade mudamos o foco devido percebermos uma dificuldade neles de memorizar o que foi aprendido, assim como também a questão da sua coordenação motora. Conversamos com o presidente da Câmara e como ele concordou, nós adequamos o curso para atender de forma mais específica o público da melhor idade”, explicou o professor Joseilton.
De acordo com o presidente do Legislativo, professor Afrânio Marques, este projeto tem como intuito qualificar os jovens e ad…

O machismo e o preconceito cultural mataram Amanda Bueno

Imagem
por Nathália Lausch Carta Capital
Mesmo após ter sido assassinada, dançarina de funk foi condenada pela opinião pública por seguir a profissão que escolheu Reprodução/Facebook Amanda Bueno foi vítima não apenas do feminicídio, mas de um País que não aceita suas raízes
Cícera Alves de Sena tornou-se parte das estatísticas que comprovam a necessidade de existir uma lei como a do Feminicídio: foi assassinada por seu companheiro ao ter a cabeça batida diversas vezes no chão. Depois de morta, levou um tiro, tudo porque desconfiou de uma ligação recebida pelo noivo em seu celular. 
O feminicídio foi tido como corriqueiro inclusive pela mídia, que ajudou a disseminar o estigma envolto no tipo de trabalho exercido pela vítima. Cícera, mais conhecida como Amanda Bueno, era uma dançarina de funk que participou do grupo Gaiola das Popozudas, do qual fazia parte também Valesca Popozuda.
As manchetes traziam os dizeres: “Dançarina de funk é morta pelo noivo”, ou “Dançarina de funk é assassinada”. A h…