Postagens

Mostrando postagens de Agosto 27, 2014

“Nossa maior resposta é a militância ir para a rua”, convocam Armando e João Paulo

Imagem
Crédito da foto: Leo Caldas/Divulgação

A menos de 40 dias para a eleição, o candidato a governador Armando Monteiro (PTB) mostrou-se estimulado com os números da última pesquisa de intenções de voto para o governo do Estado, que apontam sua vitória, se o pleito fosse realizado hoje. No levantamento do Instituto Ibope, divulgado nesta terça-feira (26), Armando tem 38% da preferência do eleitorado pernambucano, contra 29% do candidato adversário, que cresceu sobretudo entre os indecisos (6 pontos) e brancos/nulos (6 pontos).
Para Armando, há muitas razões favoráveis para confiar nesse processo eleitoral pelo o que se sente nas ruas, pela forma como a sua candidatura foi entendida pelo povo e, sobretudo, pela força do conjunto político que o apoia. A coligação Pernambuco Vai Mais Longe tem o apoio do PTB, PDT, PT, PSC, PRB e PTdoB e é o palanque do ex-presidente Lula e da presidente Dilma Rousseff no Estado.
Segundo o candidato do PTB, apesar do cenário atípico de comoção em torno do fa…

Avião que matou Campos pode ter sido comprado por empresas fantasmas, diz TV

Imagem
Por iG São Paulo 
Jornal Nacional exibiu documentos que mostram transferências de R$ 1.710.297,03 para empresa dona do jato
A edição desta terça-feira (26) do Jornal Nacional (Rede Globo) informou que o avião no qual o ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), morreu num acidente há duas semanas pode ter sido comprado por empresas fantasmas.
O JN exibiu documentos de compra e venda do jato Cessna que era usado pelo candidato do PSB à Presidência da República. Na operação, o dinheiro usado para pagar o avião particular teria passado por escritórios de empresas em Brasília e São Paulo, além de uma peixaria fantasma com sede numa favela do Recife.
A empresa indicada pela Anac como dona da aeronave é a AF Andrade, que nega ser ainda a proprietária. A companhia alega ter vendido o jato para um empresário, que teria repassado o avião para campanha do PSB.
A sede da Geovane Pescados, um das empresas que fez os depósitos, fica numa favela do Recife
Extratos exibidos pelo JN mostram que se…

Câmara cresce 18 pontos e Armando cai 5: 38% a 29%

Imagem
Do G1 PE

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (26) aponta Armando Monteiro (PTB) com 38% das intenções de voto para o governo de Pernambuco, seguido de Paulo Câmara (PSB), com 29%. Os candidatos Jair Pedro (PSTU), Miguel Anacleto (PCB), Pantaleão (PCO) e Zé Gomes (PSOL) aparecem com 1% cada.
No levantamento anterior realizado pelo instituto, em julho, Armando Monteiro aparecia com 43% e Paulo Câmara, com 11%. Encomendada pela TV Globo, a pesquisa é a segunda do Ibope após o registro das candidaturas.
Confira abaixo os números do Ibope para a pesquisa estimulada, em que a relação dos candidatos é apresentada ao entrevistado:
Armando Monteiro (PTB): 38%
Paulo Câmara (PSB): 29%
Jair Pedro (PSTU): 1% Miguel Anacleto (PCB): 1% Pantaleão (PCO): 1% Zé Gomes (PSOL): 1% Brancos e nulos: 13% Indecisos: 16 %
Rejeição
O Ibope também pesquisou em quem os eleitores não votariam de jeito nenhum. Confira abaixo:
Zé Gomes (PSOL): 33% Pantaleão (PCO): 32% Jair Pedro (PSTU): 24% Miguel Anacleto (PCB…

ARMANDO MONTEIRO COMENTA PESQUISA IBOPE

NOTA À IMPRENSA
O resultado da pesquisa não surpreende. Vivenciamos nas duas últimas semanas um clima de comoção jamais registrado na história política de Pernambuco, amplificado pela intensa cobertura da mídia.
Tornou-se inevitável a associação das homenagens póstumas ao candidato adversário e seu grupo político. De agora em diante, resta saber o que passará a se constituir, verdadeiramente, em capital político próprio do candidato.
De nossa parte, registramos como muito positiva a cristalização das nossas intenções de voto em elevado patamar, garantindo a manutenção da nossa liderança, mesmo nesse cenário atípico. Registre-se ainda que continuamos a ser o candidato que apresenta o menor índice de rejeição.

IBOPE: SE ELEIÇÕES FOSSEM HOJE, MARINA VENCERIA

Imagem
Saem os números oficiais do Ibope na corrida presidencial: a presidente Dilma Rousseff, do PT, tem 34%, contra 29% de Marina Silva, do PSB, e 19% de Aécio Neves, do PSDB; no segundo turno, no entanto, a candidata do PSB seria eleita com 45%, contra 36% da petista; entre Dilma e Aécio, a presidente venceria por 41% a 35%; reviravolta deve esquentar o debate entre os candidatos, que ocorre nesta noite; foram entrevistados 2.506 eleitores entre 23 e 25 de agosto
Do 247
Saíram os números oficiais do Ibope. A presidente Dilma Rousseff (PT) segue na liderança, com 34% das intenções de voto, seguida pela candidata do PSB, Marina Silva, com 29%, enquanto o senador Aécio Neves, do PSDB, aparece com 19%. 
No entanto, no segundo turno, Marina seria eleita, com 45% dos votos, contra 36% de Dilma. Numa simulação entre Dilma e Aécio, a presidente venceria por 41% a 35%.
Foram entrevistados 2.506 eleitores, entre 23 e 25 de agosto.
Leia, abaixo, reportagem da Reuters:
Marina supera Aécio em 10 pontos…

Candidatos do PSOL recebem denúncias de sucateamento do Lafepe

Imagem
Em reunião no comitê do PSOL com o candidato a governador Zé Gomes, servidores do Laboratório Farmacêutico do Estado de Pernambuco (Lafepe) denunciaram, na tarde desta terça-feira (26/8), o sucateamento a que a empresa pública vem sendo submetida. O encontro, promovido pelo Sindicato dos Trabalhadores na Indústria Farmacêutica de Pernambuco (Sindtrafarma), também contou com a participação dos candidatos ao Senado, Albanise Pires, e a deputado estadual Edilson Silva.
Destinado a produzir medicamentos a baixo custo para a população de menor poder aquisitivo, o Lafepe enfrenta hoje severa carência de funcionários e remédios básicos como dipirona, em suas farmácias. De acordo com o relato do presidente do Sindtrafarma, Jaffe Xavier, a insatisfação da população já levou até a agressões de trabalhadores do Lafepe, que hoje sofrem ainda com demissões sem justa causa. Enquanto as unidades de produção têm maquinário ocioso, aumenta a venda de medicamentos terceirizados, por maior custo.
Para …