Postagens

Mostrando postagens de Agosto 18, 2014

Armando, Paulo Rubem e João Paulo mantêm decisão de suspender campanha até terça (19)

Imagem
A Coligação Pernambuco Vai Mais Longe (PTB, PDT, PT, PRB, PSC e PTdoB) vem a público reafirmar o compromisso assumido com a sociedade pernambucana de manter suspensas as atividades da campanha majoritária até terça-feira (19), em respeito à memória do ex-governador Eduardo Campos e das demais vítimas do trágico acidente que enlutou o Brasil. 
A decisão tomada pelos candidatos ao governo, Armando Monteiro, a vice-governador, Paulo Rubem Santiago, e ao Senado, João Paulo, de suspender as atividades pelo período de sete dias, continua mantida, independentemente da movimentação da coligação adversária. 
Somente a partir desta quarta-feira (20), as agendas de Armando, Paulo Rubem e João Paulo voltam à normalidade, bem como a distribuição de material publicitário, a circulação de carro de som, o trabalho da militância nas ruas e as atividades nos comitês. 
Coligação Pernambuco Vai Mais Longe

Google tem relatório com todos os lugares onde você esteve; confira com os seus próprios olhos

Imagem
Da Super
Bruno Garattoni


Se você usa um celular Android, o Google monitora a sua localização. Talvez você já soubesse disso. Mas ao ver a lista compilada pelo Google, você provavelmente vai levar um susto. Ela mapeia todos os seus passos, 24 horas por dia, dia após dia, mês após mês, ano após ano – e organiza numa espécie de calendário. Clique aqui para conferir. Inclui absolutamente tudo.

O Google vigia a sua localização para fornecer “serviços relevantes”, como resultados de busca relacionados ao lugar onde você está. É legítimo, e não é exclusividade do Android (desde 2011, sabe-se que o iPhone faz algo similar). Mas também é meio perturbador – pois o celular transmite a sua localização mesmo se você estiver com o Google Maps fechado e o GPS desligado.

Um prato cheio para os robôs do Google (que já têm acesso aos seus emails, chats, buscas e até navegação na internet), e um banquete tentador para os espiões da NSA. Há quem diga que quem não deve não teme. Mas se você acha que isso t…

APROVAÇÃO AO GOVERNO DILMA SOBE 6 PONTOS

Imagem
Segundo pesquisa Datafolha, 38% classificam a administração da presidente Dilma Rousseff como boa ou ótima; após a Copa do Mundo, porcentagem era de 32%; reprovação diminuiu também seis pontos: para 23%, governo é ruim ou péssimo; 38% consideram gestão regular; a região do Norte passou o Nordeste como área de maior aprovação ao governo; melhora na avaliação é sentida em todos os segmentos do eleitorado, com exceção do grupo dos mais ricos, que oscilou 1% para baixo
247 
De acordo com pesquisa Datafolha desta segunda-feira, a taxa de aprovação do governo Dilma Rousseff teve alta de seis pontos percentuais no intervalo de um mês. A reprovação diminuiu também seis pontos.
Após a Copa do Mundo, 32% dos eleitores consideravam a administração da presidente petista como boa ou ótima. Agora são 38% - índice mais alto desde abril.
No mesmo período, a porcentagem dos que classificavam o governo como ruim ou péssimo foi de 29% para 23%.
Para 38%, o governo Dilma é regular, o mesmo número apurado no m…

Dilma tem 36%, Marina, 21%, e Aécio, 20%, diz pesquisa Datafolha

Imagem
Pesquisa é 1ª com Marina em cenário como possível substituta de Campos. No levantamento anterior, Dilma tinha 36%, Aécio, 20%, e Campos, 8%.
Do G1
Pesquisa feita pelo Datafolha para o jornal "Folha de S.Paulo" divulgada na edição desta segunda-feira (18) mostra Dilma Rousseff (PT) com 36% das intenções de voto para presidente, seguida de Marina Silva (PSB), com 21%, e Aécio Neves (PSDB), com 20%.
É a primeira pesquisa que inclui um cenário em que a ex-senadora Marina Silva é o possível nome do PSB no lugar do ex-governador Eduardo Campos, que morreu na quarta-feira (13), em um acidente de avião. O PSB ainda não definiu se Marina será a candidata substituta, mas lideranças dão a escolha como certa.

No levantamento anterior do Datafolha, realizado nos dias 15 e 16 de julho e divulgado no dia 17,Dilma tinha 36%, Aécio, 20%, e Eduardo Campos, 8%.

O percentual de entrevistados que disseram não saber em quem votar ou que não responderam foi de 14% em julho e agora atingiu 9%. Brancos e…