Postagens

Mostrando postagens de Março 19, 2014

Armando garante instalação de poços de abastecimento em Pernambuco

Imagem
Armando garante instalação de poços de abastecimento em Pernambuco
Senador reuniu-se com presidente da Codevasf para discutir ações como a ampliação do Canal do Sertão e a instalação do escritório da entidade em Ouricuri.
O senador Armando Monteiro (PTB) foi recebido pelo presidente da Companhia de Desenvolvimentodos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Elmo Vaz Bastos de Matos, nesta quarta-feira (19) para discutir questões de interesse para Pernambuco. Entre os assuntos tratados, temas como a instalação de poços artesianos e de sistemas simplificados de abastecimento à população de diferentes regiões do Estado, além da definição da instalação do escritório da Codevasf em Ouricuri.
Segundo Armando, será assinada a ordem de instalação do escritório da Codevasf em Ouricuri e também anunciada a autorização para que o projeto do Canal do Sertão possa ser alterado de modo a estender o alcance do projeto, podendo, inclusive, chegar a Ouricuri já na primeira etapa. “Foi um encont…

TRANSFERÊNCIA DE RECURSOS FEDERAIS PARA SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE. EXERCÍCIO: 2013

Total destinado ao município SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE: R$ 72.917.693,94

Função Ação Governamental Linguagem Cidadã Total no Ano (R$) Assistência Social 20V5 - Ações Complementares de Proteção Social Básica 154.840,00 Educação 8790 - Apoio à Alfabetização e à Educação de Jovens e Adultos 632.360,95 Educação 8744 - Apoio à Alimentação Escolar na Educação Básica 938.296,00 Assistência Social

Emancipações. O novo projeto será votado em 30 dias

Imagem
Por acordo, o novo projeto será votado em 30 dias no Congresso e não terá veto

Ontem, após o final da reunião, o senador Romero Jucá (PMDB/RR), enviado do Governo para dirigir a sessão do Congresso, informou ao deputado José Augusto Maia (PROS/PE) e ao senador Mozarildo Cavalcante (PTB/RR), que o acordo que vem sendo discutido no Senado, no qual Mozarildo, Augusto Maia e Valdir Raupp (PMDB/RO), também vêm participando e que trata de um projeto alternativo, foi praticamente fechado e, antes mesmo dos 30 dias da próxima votação de vetos, deverá ser votado em regime de urgência nas duas casas, sem que seja necessário recorrer a veto presidencial.
“O novo projeto deve vir com algumas alterações, trazendo mais rigidez para as regiões o Sul e Sudeste, no entanto para regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste nada deve mudar”, salientou o senador Jucá.
Assessoria do Deputado  José Augusto Maia

Dilma recebe Armando no Palácio do Planalto

Imagem
Armando Monteiro tem reunião com a presidenta Dilma


O senador Armando Monteiro (PTB) foi recebido pela presidenta Dilma Rousseff no Palácio do Planalto, no início da noite desta terça-feira (18), para uma reunião de trabalho sobre projetos de interesse de Pernambuco. Na pauta da audiência, que durou mais de uma hora, foram tratados temas como infraestrutura, mobilidade urbana e educação.
“Foi um encontro extremamente produtivo. A presidenta Dilma está muito atenta aos investimentos do governo federal nas mais diversas regiões de Pernambuco”, afirmou Armando Monteiro, após a reunião.
O senador aproveitou o encontro para levar o prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio (PMDB), para também despachar com a presidenta projetos que serão implantados no município do Sertão do São Francisco.
O prefeito sugeriu à presidenta a criação de um curso de qualificação, por meio do PRONATEC, para profissionais da área de educação infantil. A presidenta Dilma mostrou interesse por conhecer detalhes do progr…

Ausência de senadores adia votação pelo Congresso de vetos de Dilma

Imagem
Congresso analisaria veto a texto que cria regra para criação de municípios. Senadores querem produzir texto alternativo para evitar derrubada do veto


Senadores da base aliada não registraram presença nesta terça-feira (18) e forçaram o encerramento sem votações da sessão do Congresso Nacional que seria destinada a apreciar os vetos presidenciais a textos aprovados pelos parlamentares.
Com isso, os 12 vetos em pauta só serão analisados em 30 dias. O objetivo de impedir que fosse alcançado o quórum de 41 senadores necessário à abertura dos trabalhos foi evitar eventual derrubada do veto integral da presidente Dilma Rousseff à lei que estabelece normas para a criação de municípios.
Os senadores querem negociar um texto alternativo ao projeto aprovado anteriormente pelo Congresso e, assim, evitar que a decisão de Dilma seja rejeitada pelo Legislativo. As galerias do plenário da Câmara estavam lotadas nesta terça por moradores de comunidades que desejam ser emancipadas. O anúncio de que o…