Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 19, 2014

Armando diz que a população ganha com programa Mais Médicos

Imagem
Brasília - O senador Armando Monteiro (PTB) defendeu nesta terça-feira (18) o programa Mais Médicos do Governo Federal, destacando que a iniciativa garante mais doutores para o Brasil e mais acesso à saúde para a população. O senador lembrou que, apenas em Pernambuco, 438 médicos prestaram 1,5 milhão de atendimentos no âmbito do programa e destacou que esses profissionais integram um grupo ainda maior que, no País, totaliza 6.658 médicos, beneficiando 23 milhões de pessoas no interior e periferias das grandes cidades. Armando também defendeu a proposta de negociação entre os governos do Brasil e de Cuba para conceder reajuste salarial aos profissionais cubanos participantes do programa.
“O programa Mais Médicos faz parte de um amplo pacto de melhoria do atendimento às pessoas, especialmente aos que moram em regiões onde há escassez e ausência desses profissionais. Com a convocação de médicos, o Governo Federal garantirá acesso à saúde para a população”, disse. O senador lembrou que gr…

Uma vitória dos emancipacionistas

Imagem
Por Jairo Gomes

O deputado José Augusto Maia (PROS) protagonizou nesta terça-feira (18) uma manobra política que culminou na obstrução da reunião conjunta da Câmara e do Senado. Com isso o veto presidencial que seria posto em votação foi adiado. Foi aberta a discussão, mas temendo a falta de quorum por parte dos senadores, a maneira mais eficaz para o momento foi tomar essa decisão.

O dia começou com várias reuniões e o governo dava mostra que queria de toda maneira que o veto fosse mantido. Na Câmara o sentimento era pela derrubada do veto presidencial, enquanto que no Senado o clima era de incerteza.
Na reunião dos líderes, que aconteceu no final da manhã com a presença da ministra Ideli Salvatti, o governo dava mostras de sua intransigência. A tarde também muitas outras reuniões foram feitas e nada dava mostra que a posição do Planalto seria mudada.
Um impasse quanto a entrada dos emancipacionistas no Plenário Ulisses Guimarães foi resolvido, depois de muitas discussões, pelo deputa…

Alberes Xavier: "Dilma Rousseff foi mal assessorada"

Imagem
Depois de um dia de muita expectativa enfim o veto 47, que estabelece novas regras para criação de municípios, foi posto em apreciação. O governo usou suas armas para que o veto da presidenta Dilma não fosse derrubado. A estratégia era por em votação e como o quorum de senadores seria insuficiente os 41 votos que seriam precisos para a derrubada do veto não seriam conseguidos.
Com a determinação que lhe é peculiar o deputado federal José Augusto Maia (PROS) conseguiu um acordo e todos os líderes de partidos votaram pela obstrução da seção. 
"Com esse adiamento renovam-se as esperanças de que na próxima votação o veto presidencial será derrubado. Ontem vi que a Frente Parlamentar que defende a criação de novos municípios articulou forte junto aos seus pares pela obstrução da seção conjunta do Senado e da Câmara, e assim os emancipacionistas esperam que o Congresso Nacional mantenha a coerência e o voto que deram para a aprovação do projeto nas duas casas e derrubem esse malfadado ve…